segunda-feira , 18 junho 2018
Home / Destaque / Construção de jogadas e finalizações: veja o que o Guarani perde sem Rondinelly

Construção de jogadas e finalizações: veja o que o Guarani perde sem Rondinelly

Rondinelly ganhou destaque nacional no Grêmio, mas é no Guarani que vive o melhor momento da carreira. Contratado em dezembro, o meio-campista retomou o bom futebol, tornou-se protagonista do sistema ofensivo e ganhou, ao mesmo tempo, status de garçom e goleador – já são sete bolas na rede no ano.

O jogador de 27 anos, no entanto, é desfalque confirmado do técnico Umberto Louzer para enfrentar o São Bento, nesta quinta-feira, às 21h, no Brinco de Ouro da Princesa, em virtude de incomodo no púbis.

De acordo com dados do Footstats, o jogador é líder em finalização (17) e passes para chutes (14) entre os jogadores do Bugre, embora não tenha atuado contra CSA e Vila Nova. A falta do atleta, no entanto, é ainda mais perceptível ao longo dos 90 minutos. Diante do time de Goiânia, o Guarani teve dificuldades para atacar e tornou-se totalmente previsível, principalmente no primeiro tempo, com Denner aberta pela ponta direita. Contra a equipe alagoana, mesmo com a vitória, o Alviverde mal conseguiu criar e vive de lampejos entre os homens de frente.

Rondinelly é um dos artilheiros do Alviverde na Série B do Campeonato Brasileiro com dois gols, ao lado de Ricardinho, Guilherme, Bruno Nazário e Anselmo Ramon. Sem o camisa 10, o técnico Umberto Louzer tem escalado na Rafael Longuine na criação de jogadas.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

Disciplina da Série A2 segue, e Guarani tem o menor número de advertências na Série B

O elenco do Guarani dá mostras de que consegue entender o estilo de Umberto Louzer. ...

1 Comentário

  1. Se fosse o Djalminha ou o Zenon, eu, como torcedor, estaria chorando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *