Ponte Preta: uma reflexão sobre Yuri, punição, interesse familiar ou coletivo

0
403 views

O lateral Yuri foi punido pela Ponte Preta. Multa no salário. Motivo: fez uma festa com amigos e parentes. A meta era revelar o sexo do bebê que vem por aí. Tudo celebrado sem máscara.

Postou as imagens nas redes sociais. O clube não tolerou e avisou: a reincidência produzirá punições severas.

O clube está correto.

Não dá para ficar em cima do muro quando existe um surto dentro de suas instalações e o numero de mortos pela pandemia alcança no Brasil a casa dos 300 mil mortos.

O fato abre chance para discutirmos: que espirito está incutido dentro dos atletas de futebol: o espirito de interesse restrito e familiar ou o interesse público?

Pelo que foi descrito, o lateral esquerdo está impregnado pela primeira característica. Não, não vou dizer que foi egoísta. Longe disso. O seu radar de empatia demonstrou alcance limitado. Queria agradar e produzir felicidade a sua esposa, parentes e amigos. Nada contra esta postura de defesa dos interesses da familia.

Só que vivemos uma conjuntura especial.

Antes de pensarmos naquilo que contenta nossos pais, irmãos, esposa e amigos, o que deve prevalecer é o interesse coletivo. Tomar uma atitude que se reverta em benefício do bairro, da cidade e do país.

Na atualidade, remédio contra o vírus é evitar qualquer tipo de aglomeração. É deixar de frequentar a casa do amigo, de degustar o churrasco preferido. É assistir futebol em casa, sem gente por perto.

Por que? Raciocínio simples: quanto maior o isolamento, cresce a chance de diminuir a circulação do vírus. Automaticamente, um número menor de pessoas é infectada. E o sistema de saúde não fica sobrecarregado.

Para que isso vire realidade, cada um precisa colaborar com uma peça na busca de completar este quebra-cabeça chamado combate ao vírus. Com sua atitude, Yuri deixou de colocar a sua peça para completar essa paisagem completa, que é a de um país livre do vírus.

Que ele pense sua atitude e entre para o time a favor da vida. De corpo, alma, espirito e atitude.

(Elias Aredes Junior- foto de Álvaro Junior-Pontepress-arquivo)