Wanderley chega na Ponte Preta e a pergunta fica no ar: vale a pena fazer tal aposta arriscada?

0
422 views

Revelado pela Ponte Preta em 2008 e vice-campeão paulista no mesmo ano sob o comando de Sérgio Guedes, o atacante Wanderley está de volta ao Majestoso. Foi anunciado nesta quarta-feira ao lado do lateral-direito Léo Pereira.

Vai assinar um contrato de produtividade com a Alvinegra até o final da Série B do Campeonato Brasileiro, em janeiro de 2021. Uma pergunta ronda a cabeça do torcedor da alvinegra: o que esperar do jogador?

Wanderley teve passagens por Cruzeiro, Santo André, Grêmio Prudente, Flamengo e passou por sete anos no futebol árabe. Seu retorno ao futebol brasileiro ocorreu no passado pelo Coritiba e as recordações não são boas. Foram 14 jogos disputados e três gols anotados e um longo tempo no departamento médico envolvido na luta para curar lesões e recuperar a forma física. Neste ano foram apenas seis jogos disputados. Ele ficou no clube paranaense até o ultimo dia 07 de outubro deste ano.

Sua passagem só não foi alvo total de fúria da torcida coxa-branca devido aos dois gols marcados na última rodada da Série B do ano passado no jogo contra o Vitória e que carimbaram o acesso à divisão de elite.

Traria o jogador? Não, não traria. Até porque no atual quadro a infraestrutura da Ponte Preta não fornece esperança de que possa colocar um atleta em alto nível se ele registrar problemas físicos. Mesmo que o valor do salário simbólico e ele ganhe por jogo disputado, o risco de fracasso na operação é enorme. Ponto positivo? A identificação com o clube.

Não há meio termo: se Wanderley participar do acesso de modo efetivo, a diretoria de futebol será incensada; caso contrário, a caça às bruxas será inevitável.

(Elias Aredes Junior)