Derrota para o Londrina provoca terremoto no Guarani. Diretoria demite comissão técnica e responsável pelo futebol profissional

0
877 views

A derrota para o Londrina por 3 a 1, sexta-feira, no estádio do Café, provocou um terremoto no departamento de futebol profissional do Guarani. No início da tarde deste sábado, o clube anunciou as demissões do técnico Marcelo Chamusca, do auxilio Caio Autuori, do preparador de goleiros Silvano Austrália e do Superintendente de Futebol, Michel Alves.

A permanência na zona do rebaixamento, o fraco rendimento dentro do gramado e a perspectiva de sair em 2023 do G-40 que vai cuidar da instalação de uma nova Liga de Clubes no Brasil provocou a decisão por parte do Conselho de Administração.

Por enquanto, os substitutos para os cargos não foram anunciados. Se ninguém for contratado nesta semana, Ben Hur Moreira, auxiliar técnico fixo do clube deve dirigir a equipe diante do Ituano.

Por enquanto, o nome mais cotado para assumir o futebol do Guarani é de Rodrigo Pastana, que foi o executivo de futebol na campanha de acesso na Série C em 2016. Entre os treinadores, um nome ventilado é de Mozart, que saiu recentemente do CSA.

(Elias Aredes Junior- foto de Thomaz Marostegan)