Desde 2010 o Guarani não sabe o que é vencer o Santos. Será dessa vez?

0
928 views

Ao entrar em campo na segunda-feira, a partir das 20h, para enfrentar o Santos, no estádio Brinco de Ouro, o Guarani sabe que terá a missão de derrubar um tabu. A  última  vitória sobre o oponente ocorreu no dia 21 de abril de 2010, quando  venceu por 3 a 2, em partida válida pela Copa do Brasil. Na semana anterior, no entanto, a equipe treinada por Dorival Junior venceu o Guarani por 8 a 1 na Vila Belmiro, sendo que o principal destaque foi Neymar, autor de cinco gols.

Desde então, o saldo colhido é desagradável, com seis vitórias santistas e um empate. No ano passado, treinado por Osmar Loss, o Alviverde foi goleado por 3 a 0 no estádio do Pacaembu.

O técnico Thiago Carpini, em entrevista coletiva realizada no sábado, alertou para o fato de que os erros precisam ser minimizados para que a conquista dos três pontos fique próxima.  “Precisamos ter um pouco mais de atenção. Sempre que você propõe o jogo, fica mais exposto, e a chance de errar aumenta, porque você tem muito a bola. A gente deu a transição para a Inter em alguns momentos. É atacar defendendo e ficar mais encaixado para não ser surpreendido”, afirmou o técnico.

No retrospecto geral do confronto, são 181 jogos, com 44 triunfos bugrinos, 38 empates e 99 vitórias santistas.

Ao se levar em conta apenas os jogos realizados no Brinco de Ouro e válidos pelo Paulistão são 20 triunfos do Alviverde, 12 igualdades e 23 vitórias do Santos.

(Elias Aredes Junior)