Giovanni e o fracasso da estratégia da esperança infundada no Guarani

2
1.060 views

O goleiro Giovanni não participou da atividade desta manhã e por estar de saída do Guarani. Uma possível ausência justificada não perde de vista o fato de que o arqueiro com passagens por Marilia, Ponte Preta e Atlético Mineiro nunca caiu nos braços do torcedores. Enquanto isso, a diretoria de futebol profissional cometeu um erro de gestão que merece ser discutido, o da esperança infundada.

Quando surgiram as primeiras especulações, jornalistas de outros estados pelos quais o arqueiro passou alertaram sobre suas deficiências técnicas. Falhas em lances simples. Contra tudo e todos, a diretoria de futebol apostou suas fichas nele. Concordo que não foi um desastre mas esteve muito longe de ser um padrão de excelência, especialmente para um clube com problemas defensivos.

Bady é outro sem muitas recomendações positivas. E a diretoria de futebol aposta de que no final tudo vai dar certo.

Só posso apostar que a estratégia da esperança infundada acontece por causa dos parcos recursos financeiros. Sem parceiros e convivendo com problemas na justiça cível e na questão tributária, não resta outra saída a não ser fazer apostas e rezar para tudo corra dentro dos conformes.

Convenhamos: poderia ser melhor. Muito melhor.

(Elias Aredes Junior)

2 Comentários

  1. Elias, se essa Diretoria não fosse tão arrogante, prepotente e dona da verdade, teria ouvido a voz da torcida e nunca teria trazido Osmar Loss, Eutrópio, Giovani, Léo Principe, Deivid Souza, Giaretta, Bruno Lima e etc…..
    também não teria renovado contrato com Rondinelly, Ferreira e Fabricio Bigode.
    Futebol não tem mistério: deveria ter concentrado a pouca grana que tinha disponivel, para contratar jogadores que viessem pra resolver (goleiro, beques, meia e atacante), o restante do time seria completado com os meninos da base + Ricardinho Lenon Diego Cardoso……certeza que não estaria na posição que está hoje no brasileiro……..cambada de incompetentes!!!!!!!