Análise dérbi- Os mistérios do derbi- Por Ariovaldo Izac

3
644 views

Fanatismo do torcedor pontepretano releva supostos erros da equipe na vitória sobre o principal rival, o Guarani, por 1 a 0.

Qualquer análise racional passa pela certeza de que nunca foi tão fácil voar. Até quando a Ponte goleou o Guarani em outras ocasiões nunca encontrou um adversário tão fácil de ser batido.

CONTINUA APÓS A PROPAGANDA

Não me recordo de o Guarani ter mostrado tanta fragilidade em um dérbis. Inoperância ofensiva, meio de campo sem a mínima organização e a defesa batendo cabeça em lances fáceis, como por ocasião no lance que originou o gol de Matheus Vargas, em jogada pessoal, e de lucidez, do atacante Marquinhos.

A Ponte não foi muito diferente daquilo visto contra Vitória e América Mineiro. O diferencial foi a entrega natural dos jogadores em dérbi, e a consolidação defensiva.

No mais, realisticamente, precisa melhorar muito para postular vaga no G4.

Ao Guarani ficou a certeza de que as vitórias sobre Bragantino e São Bento só serviram para acobertar as suas incontáveis deficiências.

Subiu ao Majestoso pra jogar por uma bola, mas ela não apareceu e ele pereceu. Simples assim.

Vai entender esse negócio chamado futebol. Matheus Vargas não jogou absolutamente nada, mas foi decisivo quando teve a chance de marcar gol.

(Artigo de autoria de Ariovaldo Izac- Especial para o Só Derbi)

3 Comentários

Deixe Um Comentário