terça-feira , 16 outubro 2018
Home / Destaque / Comissão técnica do Guarani despista sobre prazo de estreia de Ferreira

Comissão técnica do Guarani despista sobre prazo de estreia de Ferreira

Embora Ferreira esteja integrado ao elenco do Guarani e participe dos treinamentos há duas semanas, Umberto Louzer despistou sobre o prazo de estreia. Sem entrar em campo desde 27 de maio, a comissão técnica adota cautela para colocá-lo em campo.

“Ele tem treinado super bem, é líder e tem identificação com o clube pelo acesso de 2016. Tenho certeza que vai nos ajudar muito nessa questão de liderança. É mais um comandante dentro de campo. Porém, vamos aguardar sobre a data de estreia”, revelou o comandante, em entrevista coletiva.

A última aparição do zagueiro foi a camisa do Mirassol, pela Série D do Campeonato Brasileiro. Antes, sofreu lesão com a camisa do Figueirense e ficou bom tempo inativo.

“A vontade de estar à disposição do Louzer é inevitável. Por outro lado, não posso esquecer que fiquei um tempo parado. Estive trabalhando em casa, mas não é a mesma coisa. Tenho fortalecido a musculatura para prevenir contusões e estarei de volta em breve. A ansiedade é natural, porém não posso queimar etapas nesse processo de recuperação. Tudo tem seu tempo e tenho recebido muita ajuda dos profissionais”, disse o atleta.

VOLTA PARA CAMPINAS:

Em sua primeira passagem pelo Bugre, Ferreira formou dupla de zaga de respeito com Leandro Amaro e se destacou na classificação à segunda divisão. Além da segurança no sistema defensivo, ficou marcado por bolas nas redes em momentos decisivos. No jogo de ida das quartas de final diante do ASA, em Arapiraca, por exemplo, abriu o placar em jogada aérea, determinante na classificação.

Apesar da boa temporada – 22 partidas e três gols -, se envolveu em confusão na decisão ao empurrar o árbitro Marcos Mateus Pereira após ser expulso e foi punido.

Aos 33 anos, o beque foi formado no Profute e passou pelo futebol dinamarquês e russo. Em sua volta ao Brasil, jogou por Bragantino, Figueirense e Mirassol.

Sem ritmo de jogo, o jogador recebe atenção especial da comissão técnica para voltar à forma física ideal. Até lá, aguarda regularização no Boletim Informativo Diário (BID) para ter condições legais de ser relacionado.

Atualmente, o técnico Umberto Louzer tem à disposição Philipe Maia, Edson Silva, Éverton Alemão e Anderson para o setor.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

A areia movediça da mediocridade vai matar o futebol campineiro

“Saía do futebol e faça outra coisa no jornalismo. O povo gosta é de comentário ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *