sexta-feira , 21 setembro 2018
Home / Destaque / Lançamento longo ou viradas pelos lados do campo. Não está na hora de Vadão construir um novo Guarani?

Lançamento longo ou viradas pelos lados do campo. Não está na hora de Vadão construir um novo Guarani?

O futebol virou casa de doido. O que é treinado hoje não vale amanhã. A arma secreta do domingo fica banal na quarta-feira. Após o empate com o Oeste por 0 a 0 o Guarani passou a lidar com tal cenário. Longe de considerar que o time foi um desastre, mas algumas estratégias ficaram datadas.

A principal: o lançamento longo. Qual o procedimento? Um zagueiro ou volante, posicionado na zona intermediária fazia um lançamento na direção da grande área adversária, de preferência em local privilegiado para Eliandro.

O centroavante, forte e com explosão física, ganhava do oponente e tinha a chance de completar para o gol ou oferecer condições plenas a um companheiro. Foi assim contra o Figueirense, diante do Sertãozinho na Série A-2, entre outros confrontos.

O que fez Roberto Cavalo? Além de fechar e compactar o meio-campo, orientou seus beques e cabeças de área a se anteciparem a Eliandro. Ou seja, evitar o combate direto o que na prática viabilizava uma nova posse de bola ao time de Barueri. Resultado: o camisa 9, apesar de ter lutado, quase não teve chances.

Outra saída treinada, a virada de jogo, está manjada. Funciona assim: alguém posicionada na direita, por exemplo, faz a virada de jogo para o outro lado e assim provoca o deslocamento da marcação do oponente, algo que geralmente funciona se existir um ala veloz para buscar a linha de fundo e pegar todo mundo desprevinido. Roberto Cavalo não se fez de rogado e orientou para que os lados do campo ficassem atentos e evitassem a cilada.

Então podemos dizer que acabou? Nada disso. Por contar com atletas habilidosos e talentosos como Fumagalli, Juninho, Luiz Fernando e Bruno Nazário, o Alviverde tem condições de trabalhar o toque de bola e a progressão pela faixa central ou ainda as triangulações pelos lados. Só para recordar: todas as chances do Guarani diante do Oeste sairam assim.

Complemento ideal seria um volante rompedor, capaz de incutir velocidade, produzir um rompimento das linhas de defesa. Auremir e Evandro são marcadores e não tem aptidão; Betinho e Richarlyson são esperanças para a construção deste novo Guarani.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

Clássicos fazem festa pelo Brasil. Em Campinas, dérbis com paz de cemitério. Até quando?

Assisto aos clássicos do Campeonato Brasileiro. O Internacional ganha do Grêmio por 1 a 0 ...

3 Comentários

  1. Receita Federal regulamenta Novo Refis

    LEIAM A MATÉRIA:

    http://correio.rac.com.br/_conteudo/2017/06/nacional_mundo/483687-receita-federal-regulamenta-novo-refis.html

    REDENÇÃO DO GUARANI F C !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  2. Esse Fernando está se apossando do site, pois ninguém controla o que se publica. Tomem uma atitude, senhores do Só Derbi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *