Náutico 2 x 0 Guarani: não é todo dia que a padaria vende pão quente

0
908 views

Apesar da dedicação e esforço, o padrão físico e técnico deixou a desejar e o Guarani perdeu do Náutico por 2 a 0, em jogo realizado na noite desta terça-feira e válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o time com 34 pontos e na zona intermediária de classificação. O desafio seguinte será na sexta-feira, ás 16h30, contra o Oeste, novamente na casa do adversário.

O Guarani tinha o retorno de vários jogadores e a expectativa era de encurralar o adversário e fazer mais uma vitima. Nem tudo acontece como a gente deseja. O Náutico entrou incisivo, ofensivo, marcando sob pressão e sem deixar brecha para a saída do Alviverde. As oportunidades eram criadas e nada acontecia.

Quando retomava a bola, o foco estava no lado direito em que Lucas Crispim e Pablo ditavam as ações ofensivas. O plano só não tinha maior êxito em virtude da ausência da eficiente de Murilo Rangel.

Aos 18min, Bryan aproveitou-se de um descuido e livrou-se de Bruno Silva e encher o pé para abrir o placar.

O Náutico passou a ter seus cuidados, mas era incisivo nos contra-ataques e Kieza caía no lado direito para atrapalhar as saídas de bola com Cristóvam. Ao verificar o desempenho apagado de Junior Todinho, a produção ofensiva deixava muito a desejar.

Ninguém pode reclamar da ausência de postura e atitude na etapa final.

Fez modificações, pressionou, mas o contra-ataque do Timbu mostrou sua faceta aos 23min, quando Kieza saiu do campo defensivo, disparou, passou pelos zagueiros e o goleiro Gabriel Mesquita e ampliou a vantagem. Golaço.

O gol trouxe um natural desânimo. Mesmo assim, Rafael Costa, dentro da área, desperdiçou uma chance de ouro. Mas a atuação deixou a desejar. (Elias Aredes Junior- foto de Caio Falcão-CNC)