Ponte Preta: crônica de uma incompetência anunciada. Por Marcos Garcia Costa

4
1.271 views

No texto editado, em 13/03pp., na “SoDerbi”, o Jornalista Elias Aredes Junior, numa louvável reportagem, mostra que na gestão 2015 – 2017, comandada pelo Presidente Vanderlei Pereira, foram gerados na Ponte Preta, vários processos trabalhistas, por falta de cumprimento de obrigações trabalhistas, totalizando um total de R$ 13.949.442,08, ou seja, praticamente, a quantia de R$ 14.000.000,00 iniciais.

No entanto, para maior esclarecimento e colaboração da referida reportagem, acrescentamos mais duas ações, também geradas, na citada administração.
Uma ação cível, reclamada pelo Senhor Marcus Vinicius Sanchez Secundino, referente a um empréstimo financeiro, aportado por ele a Ponte Preta, cujo valor inicial é de R$2.483.106,78.

Temos ainda, outra ação na Justiça do Trabalho, pelo FC Maldonado, referente à contratação do atleta profissional João Vitor, no valor de R$ 2.000.000,00, valor esse já quitado pela Ponte Preta, através da gestão do ex-Presidente José Armando Abdalla Junior, sob ameaça de desfiliação da Ponte Preta pela FIFA, caso o clube não efetuasse a quitação da dívida em questão!!!

Com as colocações acima, a dívida, em ações judiciais, deixadas pela Diretoria da Ponte Preta, presidida pelo Senhor Vanderlei Pereira, tendo como Vice-Presidentes os Senhores Giovanne Dimarzio e Kasuo Maruyama, na somatória das duas ações explanadas acima, com as descritas, ontem, dia 13/03, em “SoDerbi”, as dívidas na justiça, não saldadas e que ficaram, a pagar na Ponte Preta, somam a quantia inicial de R$ 18.432.548,86, sendo R$ 2.000.000,00, já pagos como explicado acima.

São fatos desagradáveis e preocupantes!!! Daí estarmos empenhados, em mostrar uma realidade, que de certa forma, parece ser uma contínua e indesejável rotina na Ponte Preta.

Vemos uma Diretoria Executiva, mais preocupada com outros encaminhamentos, do que com reais problemas vivenciados no clube e de extrema urgência. Referimo-nos não somente a inoperância, ante os compromissos assumidos, mas também quanto à falta de sensibilidade do momento vivido pelo clube, herança maldita do mesmo grupo, que domina os destinos da Ponte Preta há 24 anos!!!

Enquanto o carro chefe da Ponte Preta, sua razão maior de existir, sucumbia de forma vertiginosa no Campeonato Paulista de Futebol, vimos os Presidentes do Conselho Deliberativo (CD) e da Diretoria Executiva (DE), darem entrevistas defendendo sonhos de outrem, como se o clube fosse o apanágio da eficiência e tivesse o galardão da competência, da transparência e da imparcialidade democrática e, a certeza que suas afirmações ressonariam como noticias ou intenções alvissareiras, emotivas, com a credibilidade dos Deuses!!! Ledo engano, Senhores Presidentes!!!

A interpretação geral foi o quanto reflete suas ações, no que diz respeito a suas independências de pensamentos e de ações no clube. Suas entrevistas expressaram forte dependência do pensamento, daquele que os colocou nos cargos que ocupam na Ponte Preta!!!

Obedientes e fieis, expressaram a necessidade, segundo vosso protetor, da construção de uma nova Arena e a transformação da Ponte Preta, de clube societário em empresa S/A.

As entrevistas dadas a um Jornal de maior circulação em Campinas e região, primeiro pelo Presidente do CD e em seguida pelo Presidente da DE, seqüência sem a menor importância, já que nossa torcida gostaria de ouvir e visualizar, no momento, atitudes que redundassem em reflexos positivos, livrando o time de futebol do monstro, chamado rebaixamento!!!

Meus caros Presidentes, nós torcedores de fato não somos guiados por interesses de quem detém o poder por 24 anos!

Antes de se pensar em Arena, precisamos adequar às dívidas do clube, dar total imparcialidade e respeito a todos seus adeptos, arejar sua administração por completo, voltar a obter a credibilidade antes existente e destruída ao longo dos anos, voltar a ter representatividade nos órgãos que administram o futebol em seus vários níveis, reconquistar nossa própria massa torcedora, devolvendo-lhe esperança e segurança de nossa seriedade, competência, organização e transparência.

Ademais, investidor sério e competente, jamais investe na dúvida, de obter retorno do que foi investido!!!

Cumpridas essas e outras etapas, podemos sonhar com um futuro de sucessos, glórias e plenas realizações.

Contudo, gostaria de conscientizá-los, que a questão da transformação da Ponte Preta em empresa, não é assunto para o momento, visto que a Lei para tal transformação, ainda não existe!!! É um Projeto de Lei em discussão no Congresso Nacional.
Encerrando, deixo uma mensagem ao grupo instalado na Ponte Preta há 24 anos: vocês já estão no poder a muito tempo, sem nenhum sucesso de crescimento. Apequenou o clube, diminuíram os valores patrimoniais do clube, deixaram o Estádio, maior símbolo do clube ao abandono, afastaram pessoas que muito fizeram e talvez, farão. Instalaram usos e costumes de comprades e não de empresários.

Praticamente, não evoluíram o Departamento de Base, tornando-o, por vezes, em despesas e não em investimentos!!!

Enfim, dirigiram, não só com erros, mas sem obter o resultado necessário, para a sobrevivência e continuidade do clube.

Baseados nos fatos apontados, solicitamos, visando o bem da Ponte Preta, que vocês tenham um Ato de Grandeza: RENUNCIEM DE SEUS CARGOS e deixem para quem têm, no momento, mais condições de dirigi-la e elevá-la ao patamar, que todos nós desejamos e tanto torcemos!!!.

Façam vossos corações pulsarem mais forte, por amor a nossa Ponte Preta e sejam sempre lembrados, historicamente, como precursores de uma realidade, que há de acontecer, uma Ponte Preta gigante e gloriosa, que deixaremos para nossos filhos, netos e todos que nos sucederão.
Abraços Pontepretanos.

(Artigo por Marcos Garcia Costa-,ex-presidente da Ponte Preta)

4 Comentários

  1. Dr. Marcos Garcia Costa, orgulho em ser seu amigo e parceiro nos projetos para a nossa Ponte Preta…

    O momento é preocupante, porque inimigos estão sentados no comando da nossa Ponte Preta, e tentam desestruturá-la… Mas nós somos Pontepretanos de verdade, e vamos conseguir resgatá-la…

    Um dia virá o grito de liberdade…

  2. Competência, organização e transparência.
    Tudo que não existe na PONTE

    O Sr Sebastião,e o Dr Tagino, deveriam ,ocupar o mesmo espaço que utilizaram no jornal Correio Popular, para falar de ARENA e S/A, e apresentarem um plano de pagamentos para essas ações, aliás acho que deveriam indagar a gestão de,VP, Dimarzio e Kazuo, para serem responsabilizados,pois é inadmissível ou irresponsável, contratar atletas e funcionários, tendo a certeza que não poderiam arcar com os últimos salários do ano de 2017, nada de extraordinário ocorreu em 2017, de despesas emergenciais, e tbm ao Sr Sérgio que os colocou na administração do Clube,
    Vale lembrar que pelo jeito , estávamos com salários atrasados no dia do jogo com o Vitória, vejo que não foi só o dedo do Rodrigo,o culpado,
    Me espanta, contratar Sheik, Rodrigo, trazer o ruim do Eduardo Batista, sabendo que não teria cx para honrar os compromissos,
    Será que foi devido a essas ações, que o Sebastião não contratou uma equipe melhor qualificada,ou não conseguiu trazer 2 reforços ,agora no fim,se foi esse o motivo, tiro o chapéu,para a responsabilidade,
    Espero que o Sr Sebastião não pegue dinheiro emprestado ,com Sr Sérgio, pq esse problema é dele, ele colocou essa ADM na Ponte,
    Aliás , Sebastião tem que mostrar competência, e não ir buscar dinheiro com Sr Sérgio,
    Ele manda contratar todos esses pés de ratos, depois paga alguns, e debita na conta corrente, isso tem que parar, conselho fiscal, tem que dar parecer desses empréstimos,
    Pq senão teremos que responsabilizar o Sr Sebastião por tbm endividar o Clube,
    Ou seja tem que imperar a COMPETÊNCIA, gastar o que arrecada e conseguir os objetivos planejados
    QUERO VER QUEM VAI PAGAR ESSA CONTA!

  3. Mais uma vez vemos o depoimento de um gigante pontepretano puro sangue, Dr Marcos Garcia, escrevendo apenas a verdade e o sentimento de pontepretanos RAIZ.
    Por que escrevo dessa forma pontepretano RAIZ, pois hoje temos dirigentes fracos e sem nenhum compromisso com o futebol da Ponte Preta que tínhamos antes.
    Sebastião Arcanjo, Vanderlei Pereira, torcem pra outro clube, apesar de rivais de time tem um mesmo profissionalismo como presidentes desta entidade secular, são péssimos para ocupar esse cargo, como Kazuo e Tagino, estes deveriam se espelhar no próprio Marcos Garcia que não titubiava em cumprir o estatuto e preservar esta agremiação alvi negra.
    Para não me alongar muito, todos eles respondem a uma única pessoa que essa nem no amador de Campinas teve sucesso, mas este não admite ser questionado ou contrariado, exemplo disso vimos após sua eleição em 1996.
    Os pontepretanos RAIZ não abaixam suas cabeças para o déspota, estes defendem os interesses do clube.
    Hoje na ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA PONTE PRETA, temos muitas pessoas indicadas em diversos “cargos’ mesmo sem entender nada de futebol e muito menos de RAIZ ponteprerana.
    A Ponte Preta sangra com esse tipo de gestão, mas para tentar tirarem suas responsabilidades inventam notícias pífias para confundir ou maquiar o que pode estar por vir de pior, para o bem de nossa veterana e deixá-la ser livre e enorme para sua torcida de guerra ser feliz e voltar a abarrotar o MAJESTOSO, RENUNCIEM JÁ, peçam pra sair.

  4. Fechem logo as portas dessa associacao insignificante e desprezivel, Cps nao precisa dessa coisa, torcida de delinquentes q envergonha a cidade.