quarta-feira , 23 agosto 2017
Home / Destaque / Ponte Preta e Guarani: a procura do artilheiro perdido

Ponte Preta e Guarani: a procura do artilheiro perdido

Contratados para serem os titulares das camisas 9 de Ponte Preta e Guarani nas divisões principais do Campeonato Paulista, os atacantes Wellington Paulista, estrela da Macaca, e Max, protagonista bugrino, terão como missão de acabar com a lítigio existente entre os clubes e as redes adversárias.

Levantamento feito pelo site SóDerbi mostra que nesta década, tanto Ponte Preta como Guarani registram em uma única vez um jogador acima dos 10 gols anotados no Campeonato Paulista, seja na Série A-1 ou A-2.

No Guarani, o feito coube a Marcos Denner, autor de 11 gols na campanha que culminou com o vice-campeonato da Série A-2. Na Macaca, William balançou as redes por 13 vezes no Paulistão de 2013 e sagrou-se artilheiro da competição.

Foram pontos fora da curva. Ao fazer a totalização dos últimos cinco campeonatos, o resultado é desolador.

Na Ponte Preta, os jogadores entraram em campo em 107 oportunidades nos torneios estaduais realizados desde 2011 e 133 gols foram anotados,  uma média de 1,24 gol por jogo. Para piorar, ao somar os 35 gols feitos pelos artilheiros das edições de 2011 a 2015 o percentual é equivalente a 26,31% do total.

No Guarani, mesmo com apenas duas participações na divisões de elite nos últimos cinco anos (2012 e 2013), o quadro não muda. Foram registrados 139 gols em 105 partidas,média de 1,32 gol por partida. Nos últimos cinco anos, ao somar os 34 gols feitos por aqueles que terminaram como artilheiros bugrinos entre 2011 e 2015, o peso não é relevante, pois dá 24,46% do total.

Em 2016, a Ponte Preta busca chegar a final do Paulistão e o Guarani ser um dos dois promovidos á divisão de elite. Existe um objetivo em comum: ter um artilheiro para chamar de seu e marcar a história.

Artilheiros do Guarani nesta década

2011- Marcos Denner- 11 gols (Série A-2)

2012- Fumagalli – 9 gols (Paulistão)

2013- Ronaldo – 4 gols (Paulistão)

2014- Fabinho – 3 gols (Série A-2)

2015- Nunes – 7 gols (Série A-2)

 

Artilheiros da Ponte Preta nesta década

2011- Renatinho – 5 gols

2012- Renato Cajá- 5 gols

2013- William – 13 gols (artilheiro do Paulistão)

2014- Alemão – 6 gols

2015- Biro Biro – 6 gols

 

 

Veja Também

luiz fernando

Após declínio técnico, dupla perde espaço e vai para o final da fila no Guarani

Jogadores que receberam oportunidades de Vadão, mas não renderam e caíram tecnicamente. Dois atletas foram ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *