A bola e as suas histórias: uma avaliação fora de hora

0
443 views

Essa aconteceu nos estúdios da Rádio Central. O ano era 2004. Eu estava no meu primeiro ano como comentarista esportivo.

Ás segundas-feira o “Futebol Debate” agitava a audiência. Para atrair atenção, o chefe da equipe, o locutor Emoção Alberto César decide contratar o ex-árbitro David Aveiro para comentar arbitragem.

Boa praça, contador de causos, o bordão estava na ponta da língua quando os times de Campinas eram favorecidos pela arbitragem: “Ah, esse é amigo nosso!”.

Um dia tudo saiu fora do roteiro. Durante uma segunda-feira, Alberto César desfilou uma lista de árbitros para a avaliação de Aveiro.

Fraco dali, amigo nosso daqui, eis que entra na sabatina Carlos Eugênio Simon.

Resposta fulminante. No ar, sem tempo para reação:

-Ah, esse aí é fudid…

Intervalo porque não havia como segurar a risada.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário