A defesa pontepretana será reconstruída. Boa ou má notícia?

0
348 views

Com as saídas de Renan Fonseca, Airton e Reginaldo está desfeita a defesa responsável em jogar pela Ponte Preta na Série B nas edições de 2018 e 2019. Apesar de Airton ter desembarcado no Majestoso apenas neste ano, os outros dois foram titulares em boa parte dos jogos neste retorno a segundona nacional. Foram 81 gols em 76 confrontos, uma média de 1,06 por partida.

Esticar o contrato do beque Léo, revelado nas categorias de base é bom sinal. Por outro coloca sobre os gestores da bola a pressão de reconstruir um alicerce que deu certo em muitas partidas.

Não podemos esquecer que os bons momentos da Macaca neste período seja com Marcelo Chamusca, João Brigatti, Gilson Kleina e Jorginho teve como base um forte sistema defensivo capaz de proporcionar retomada da posse de bola e posterior agressão ao adversário.

A chegada de Alisson é uma incógnita. Não pela capacidade do jogador e sim porque terá que ser reconstruído tudo do zero. Será uma prova de fogo para o colegiado do futebol.

(Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário