Após tragédia com Wallace, contratação de novo goleiro vira debate interno no Guarani

6
451 views

A tragédia com o goleiro Wallace no último sábado, na Rodovia dos Bandeirantes, ainda repercute no Brinco de Ouro. O Guarani prepara uma série de homenagens ao ex-atleta antes e durante a partida contra o Batatais, nesta sexta-feira, pela 5ª rodada da Série A2. Mas outro assunto também precisa ser debatido.

Sem Wallace, o Guarani voltou a ter três goleiros no elenco. O titular Bruno Brígido, além de Passarelli e Carlão, promovidos da base. Mas comissão técnica e diretoria debatem internamente a necessidade de contratar um novo jogador da posição para a sequência do Campeonato Paulista.

O nome de Passarelli foi respaldado pelo treinador de goleiros Narciso. A tendência é que o jovem seja mantido como suplente, ao menos, até o final do Estadual. Já para a Série B um reserva mais experiente deve ser contratado para ficar na retaguarda de Brígido.

Existe uma grande expectativa pela evolução de Carlão, que disputou a última Copa São Paulo, mas está integrado desde o ano passado com o elenco profissional. A ideia do Bugre é de utilizá-lo como titular em temporadas futuras, assim como Passarelli.

Bruno Brígido e o próprio Wallace foram contratados pelo presidente Palmeron após tentativas frustradas com outros goleiros como Felipe Alves, agora no Atlético-PR, e Lucas Perri, do São Paulo. Titular em 2017, Leandro Santos não renovou e foi parar no elenco da Portuguesa.

Independente dos reforços, o Guarani já comunicou a Federação Paulista de Futebol que não utilizará a camisa 12 em homenagem e memória a Wallace até o final da Série A2.

(texto e reportagem: Júlio Nascimento/foto: GuaraniPress)

6 Comentários

  1. aiaiai… hehehe… estava esperando o “politicamente correto”, mas não esperava de vc, Éric… hehehe… Se doeu pelo “xô”? E o que a diretoria de seu time está fazendo com o Aranha, acho bem pior que o meu simples e inofensivo “xô”…