Atuações Guarani: solidariedade e disciplina tática ao extremo. Sem deixar de atacar!

0
407 views

Produção irrepreensível e uma vitória com a cara de Felipe Conceição. Confira as notas:

 

Gabriel Mesquita- Afobado em muitos lances. No final, não comprometeu. 5,5

Cristóvam- Bem na marcação e as vezes aparecia no meio-campo. 5,5

Bruno Silva- Fez o feijão com arroz e comprovou: sua posição é de volante. 5,5

Victor Ramon – O técnico lhe deu confiança. A retribuição foi o gol e uma atuação segura. 6,0

Eliel- Ficou encurraldo em várias jogadas. Mas o saldo é positivo. 5,0

Marcelo- Etapa inicial com bom rendimento. Na etapa final, algumas jogadas atabalhoadas. 6,0

Arthur Rezende – Rápido, dinâmico e autor de um gol. Lembrou sua boa fase em 2019. 7,0

Murilo Rangel- Não se omitiu na armação e batalhou muito na marcação. 6,5

Pablo- Não apareceu tecnicamente, mas na parte tática foi essencial. 5,5

Júnior Todinho- Deu assistência, puxou contra-ataques, mas quase comprometeu sua atuação com uma confusão inócua. 6,0

Bruno Sávio- Bom posicionamento e participativo no setor ofensivo. 6,0.

Rafael Costa- Solidário no ataque e ciente da necessidade defensiva. 5,0

Erick Daltro- Com mais experiência controlou a marcação no setor. 5,0

Giovanny- Pode não brilhar. Mas obedece cegamente o treinador. 5,0

Didi- Estável e com dedicação. 5,0

Renanzinho- Entrou no final e ficou mais preocupado em compactar do que em atacar. 5,0

Técnico: Felipe Conceição- Estudou, detectou os pontos fortes e alcançou o resultado. Vai oscilar no futuro. É do jogo. Mas o time tem uma cara. E joga sem medo de ninguém. 8,0

(Elias Aredes Junior-Com fotos Thomaz Marostegan/Guarani FC