Avenida (RS) 1 x 0 Guarani: derrota gerada pelo péssimo rendimento no segundo tempo

2
526 views

Com uma queda de rendimento no segundo tempo, o Guarani perdeu por 1 a 0 para o Avenida (RS) em jogo realizado na noite desta quarta-feira na casa do adversário e válido pela Copa do Brasil. A eliminação fez o time perder uma premiação de R$ 600 mil. Agora, todos os olhos estão voltados para o Campeonato Paulista, cujo próximo desafio é contra o Santos, segunda-feira, no estádio do Pacaembu.

Sem transmissão pela televisão, acompanhamos o trabalho dos colegas Leandro Bollis, Gleguer Zorzin e Marcus Lins em Santa Cruz do Sul (RS). Pelo relato da Rádio Bandeirantes de Campinas, o que vimos foi um Guarani bem posicionado na etapa inicial e teve a chance de abrir o placar e até colocou uma bola na trave.

No segundo tempo, a queda de produção no aspecto físico, o time foi envolvido e aos 45min do segundo tempo o atacante Flávio balançou as redes.

Infelizmente, a boa produção exibida contra o Botafogo de Ribeirão Preto ficou apenas na intenção. O Guarani reviveu o cenário diante do São Paulo no Pacaembu, mas a diferença é que dessa vez o time gaúcho aproveitou o recuo bugrino.

Não, não é para desancar o técnico Osmar Loss e a cúpula do futebol, que fazem um bom trabalho. Pela transmissão esportiva deu para perceber que ocorreu uma queda de preparo físico e faltou um jogador para desafogar rumo ao ataque. Neste aspecto, é algo decorrente muito mais gerado pelos  anos e anos de desmandos e falta de cuidados com o clube.

Se existisse uma infra estrutura melhor certamente a comissão técnica teria melhores condições de trabalho certamente existiriam instrumentos para deixar os atletas em forma. Como a ausência de um jogador velocista pode ser creditada a bobeada dos responsáveis do departamento de futebol, mas também a falta de recursos.

A desclassificação faz o Guarani andar para trás. Que não perca o rumo no Campeonato Paulista.

(Elias Aredes Junior-com foto de Gleguer Zorzin-Rádio Bandeirantes)

FICHA DO JOGO

AVENIDA-RS

Fabiano; Thiago, Yuri, Claudinho e Roger (Márcio); Carlinhos (Marcos Paraná), Felipe Manoel, Jô e Welder;Flávio Torres e Cleverson (Alexandre). Técnico: Fabiano Daitx

GUARANI-SP

Giovanni;Léo Principe, Diego Giaretta, Ferreira e Willian Matheus;Deivid, Ricardinho, Álvaro (Inácio) e Thiago Ribeiro (Romisson); Diego Cardoso (Lucas Crispim) e Fernando Viana. Técnico: Osmar Loss

 

Gol: Flávio Torres aos 45 minutos do segundo tempo

Renda e Público: Não divulgados

Cartões Amarelos: Carlinhos,William Matheus, Ricardinho

Juiz: André Luiz de Freitas Castro (GO)

Local: Estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul

2 Comentários

  1. As duas eliminações – Ponte e Guarani – demonstram a falência total do futebol campineiro.

    Não é admissível que ambas equipes sejam eliminadas por times de 4a divisão, detentoras de estádios de várzea. O pior é constatar que isso não aconteceu apenas por méritos dos adversários, mas pelo futebol que ambas não apresentaram em campo, pera lá gente, até a mediocridade tem limite.

    Dirigentes de Ponte e Guarani, as torcidas estão cansadas de ouvir o discursinho de que não dá pra fazer nada por falta de dinheiro, mas todos aí batem no peito dizendo que o elenco é qualificado, pura mentira. Tem um monte de perna de rato nos elencos só roendo salário e ninguém de vocês toma atitude pra dar um chega pra lá neles, vão esperar acontecer mais o quê? Ambas perderam mais de 500mil por causa da vexaminosa eliminação, acorda gente!!!

Deixe Um Comentário