Carta Aberta ao presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, o Tiãozinho. Por Fernando Vieira

1
786 views

Tiãozinho

Esta carta é para você.

Não acredito que o momento atual seja propício para se pensar em lados políticos na Ponte Preta. Tivemos um ano difícil, recheado de brigas políticas e vexames em campo e precisamos com urgência deixar tudo isso para trás.

Um novo ano chega, trazendo novas esperanças e, querendo ou não, gostando ou não, a sua imagem como pessoa faz parte de uma nova esperança que vem em forma de um novo ano.

Somos pontepretanos. Você achou que não teríamos esperanças? Isso é o que mais temos, mesmo após sofrermos um ano inteiro de decepções. Ainda estamos aqui, e sempre vamos estar.

Você, em forma de presidente do time mais velho do Brasil, a frente de uma associação centenária que sobrevive em meio aos gigantes do futebol, tem a responsabilidade de nos mostrar que nossas esperanças não serão jogadas fora durante mais uma temporada.

Queremos que o senhor sente-se em sua cadeira e reflita sobre a responsabilidade que está em suas mãos nesse momento.

Você não é responsável apenas por uma folha de pagamento milionária, por orçamentos gigantes, patrocínios, gastos, patrimônios etc.

Você é responsável pelo sorriso no rosto de um pai de família após um jogo glorioso de nossa macaca.

O senhor é responsável pelo suor na camisa de quem trabalha a semana toda para conseguir ver o nosso time jogar.

Por quem viu parentes e amigos partirem sem presenciar em vida o momento tão histórico que existe apenas em nosso imaginário, onde nosso time finalmente sai de campo glorioso em uma final de um campeonato de expressão.

Você é responsável pela dor, pelas lágrimas, pela revolta e pelo grito, entalado no peito daqueles que enxergam a Ponte Preta como uma extensão de seu próprio ser, como a existência de sua paixão, personificada em campo por onze jogadores e uma faixa transversal.

Você é responsável.

Não sinta-se sobrecarregado ao ler esta carta, sinta-se privilegiado.

O senhor tem junto de si uma nação, apaixonada, capaz de enfrentar o mundo para ver o bem da nossa macaca, e o senhor terá o nosso total apoio, independente de nossas posições políticas, desde que o senhor realize suas tarefas com tamanho orgulho e paixão que nós, torcedores, nos sintamos representados diante de sua imagem perante o time.
Esqueça o dinheiro. A nossa casa foi construída por nossas próprias mãos. Não será arena ou promessas levianas regadas a dinheiro que irá nos fazer felizes.

Só queremos uma coisa: ver nossa macaquinha nos representando em campo como merecemos há 119 anos.

Pois é, parece injustiça divina, maldição infernal ou coisa que o valha, mas até hoje, não alcançamos o nosso objetivo, porém, até hoje, onde quer que a Ponte Preta esteja, nós estamos lá, assim como nossos ancestrais e assim como nossos sucessores.

Por isso, o senhor tem a oportunidade de traçar em linhas eternas o seu nome na história da Ponte Preta, mas acima de tudo, de traçar o seu nome em nossas vidas.

Ou vai querer ser apenas mais uma linha entre os que fracassaram por aqui?

Você escolhe.

Você é o responsável.

Nós somos a esperança.

(Texto de autoria de Fernando Vieira-Especial para o Só Dérbi)

1 Comentário

Deixe Um Comentário