Cruzeiro 1 x 0 Ponte Preta: bolas na trave e decisão polêmica da arbitragem deixaram gosto amargo na boca

0
644 views

Apesar de ter vivido bons momentos e ter colocado três bolas na trave, a Ponte Preta perdeu por 1 a 0 para o Cruzeiro, em jogo realizado na manhã deste sábado, na Arena do Jacaré, em Sete Alagoas (MG). O resultado manteve o time com 25 pontos. O desafio seguinte será sexta-feira, contra o rival Guarani, no Majestoso.

Temperatura alta, presença de público, ausência de Gilson Kleina no banco de reservas e de Rodrigão no gramado, acometido por uma virose. Ninguém pode negar que a conjuntura era desfavorável a Ponte Preta. Aos poucos parecia que o pior aconteceria. Na base do contra-ataque e com intensa movimentação de Claudinho e Marcinho, as oportunidades surgiam e o quadro só não piorava devido a presença de Ivan, autor de importantes defesas. Um dos gargalos foi a presença de Marcelo Hermes, ineficiente na marcação e que dava concessão de espaço ao oponente.

O quadro mudou após a parada técnica para hidratação. A Macaca mudou sua postura. Trabalhava a bola com Felipe Albuquerque e Richard na linha, o que provocava a aparição de novos elementos, como o armador Fessin e do atacante Moisés, autor de oportunidades e que faziam o goleiro Fábio trabalhar. Apesar dos instantes de inspiração, o empate prevaleceu na primeira etapa.

Wanderley Luxemburgo foi com tudo para cima. Apostou em Bruno José, Giovanni e Marco Antonio. Tudo para melhorar a criatividade do meio-campo. Mas foi a Ponte Preta que ameaçou com um chute de Marcos Junior que explodiu no travessão. Logo depois, Moisés foi derrubado, mas a arbitragem não viu pênalti.

Mas aos 17min o Cruzeiro inaugurou o placar. Após o cruzamento, Marcelo Moreno ganhou na dividida e na sobra Bruno José tocou para fazer o gol.

A Alvinegra passou a insistir na busca do empate e aos 37min, o empate quase chega quando Marcelo Hermes bateu a falta e Ednei pegou de primeira e viu a bola bater na trave.

Aos 47min. Moisés foi derrubado e na cobrança de falta a bola bateu no travessão  e desperdiçou a chance de escapar da derrota.. Mas agora é hora de esquecer tudo e pensar no dérbi.

(Elias Aredes Junior-Com foto de Bruno Haddad-Cruzeiro E.C)