sábado , 15 dezembro 2018
Home / Destaque / É impossível ignorar a dignidade de André Luiz com a camisa da Ponte Preta

É impossível ignorar a dignidade de André Luiz com a camisa da Ponte Preta

Nesta avalanche de esperança vivida pela torcida da Ponte Preta nesta reta final da Série B do Campeonato Brasileiro, detalhes positivos passam despercebidos. Um deles é a dignidade e a honradez do atacante André Luis, autor de 11 gols na Série B do Campeonato Brasileiro.

Todos sabem que o atleta está com o negócio encaminhado ao Corinthians. Subirá um novo degrau na carreira. Conheço centenas de jogadores em uma conjuntura parecida fizeram corpo mole, simularam contusões ou até brigaram para forçarem uma saída. Um caso foi contado pelo próprio falecido ex-jogador e comentarista Mário Sérgio em conversa com o portal Uol.

Quando o ex-comentarista recebeu em 1983 a proposta para atuar o Mundial de Clubes pelo Grêmio, ele estava vinculado a Ponte Preta. Como na época vigorava a lei do Passe, a liberação não era tão fácil. Pois Mário Sérgio não pensou duas vezes: transformou a vida de todos no Majestoso em um inferno, até conseguir a liberação. O ex-boleiro não tinha orgulho nenhum do episódio. Mas era assim que as coisas aconteciam. Até para o atleta defender-se da tirania dos dirigentes.

Pois eis que 35 anos depois, a Macaca tem um atleta já com destino definido mas que se entrega no gramado, divide todas as bolas, vibra com os companheiros e atua na partida como se fosse a última da vida dele.

André Luiz ao lado do goleiro Ivan nunca deixou a peteca cair. Sempre lutou, guerreou e produziu em alto nível. E seu comportamento só faz o torcedor pontepretano sentir satisfação e entabular um desejo de parabéns e de obrigado quando chegar a hora da despedida. Uma deferência que será feita com todo o merecimento.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

Uma pergunta que não quer calar: Abdalla administra para Ponte Preta ou Vanderlei Pereira? Entenda os motivos.

Na atual temporada, a Ponte Preta viveu um constante terremoto político. Sérgio Carnielli entrou em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *