Em 2007, ex-Ponte Preta decidiu para o Brasil contra o Uruguai

0
887 views

A Seleção Brasileira enfrenta nesta sexta-feira, em Pernambuco, o Uruguai pela quinta rodada das Eliminatórias em um cenário parecido com o de 2007, quando um atacante criado nas categorias de base da Ponte Preta garantiu a vitória do Brasil contra a Alviceleste.

O Brasil dava início a ‘Era Dunga’ e chegou ao Morumbi em novembro daquele ano pressionado pelo início ruim nas Eliminatórias para a Copa da África de 2010. Sem grande referência no ataque e com Afonso Alves criticado pela imprensa, Dunga encontrou em Luis Fabiano, revelado nas categorias de base da Ponte Preta, a solução para a camisa 9 do Brasil.

Fabuloso não decepcionou. Marcou dois gols e garantiu a vitória do time verde e amarelo por 2 a 1. De quebra, ganhou a confiança de Dunga e só deixou a camisa 9 em 2011. Luis foi o exemplo mais recente de ex-pontepretanos que vestiram a camisa da Seleção. Em 45 jogos com a amarelinha, o atacante marcou 30 gols.

(Texto e reportagem: Júlio Nascimento)

FICHA TÉCNICA – BRASIL 2×1 URUGUAI

BRASIL
Júlio César; Maicon (Daniel Alves), Alex, Juan e Gilberto; Gilberto Silva, Mineiro, Kaká e Ronaldinho Gaúcho (Josué); Robinho (Vágner Love) e Luís Fabiano. Técnico: Dunga

URUGUAI
Carini; Pereira, Godín, Lugano e Fucile; Álvaro González, Gargano, Inácio González (Bueno) e Cristian Rodriguez; Abreu e Suarez (Sanchez). Técnico: Oscar Tabárez

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Hector Balsassi (Argentina)

Auxiliares: Rodolfo Otero e Ricardo Casas (ambos da Argentina)

Público: 65.379

Renda: R$ 4.321.225,00

Gols: Abreu, aos 8min, e Luís Fabiano, aos 44min do primeiro tempo; Luís Fabiano, aos 19min do segundo tempo