Fábio Moreno aposta na repetição para vencer no Paulistão. Que o destino não lhe vire as costas

0
140 views

O técnico Fábio Moreno provavelmente irá repetir a equipe que empatou com o Novorizontino para o confronto de amanhã, às 19h, contra o Santo André, no estádio Moisés Lucarelli.

Se nada acontecer de errado, o time deverá jogar com: Luan; Apodi, Ruan Renato, Ednei e Yuri; Dawhan, Vini Locatelli e Camilo; Moisés, Pedrinho e Paulo Sérgio.

Repeteco que chega em boa hora. Primeiro que será possível verificar um encaixe melhor de determinados comportamento. Repetição da escalação proporciona um ajuste mais fino na recomposição e fazer algumas variações para o instante do contra-ataque. Exemplo: se Moisés for o responsável pelo desafogo e chegada ao ataque, a dinâmica é uma: se a aposta recair sobre Pedrinho muda tudo novamente. Por que? Enquanto um é mais força física outro é dotado de habilidade suficiente não somente para passar pela marcação como também para quebrar linhas defensivas.

Ganha-se a chance de Camilo encontrar um posicionamento confortável. Ficar com um comportamento hibrido, entre o meio-campo e o ataque não fez a equipe e nem ao jogador.

Se os ajustes derem resultado, certamente Paulo Sérgio poderá aparecer e fazer o que dele se espera: gols.

Dizem que repetição é enfadonha. De qualquer coisa: filme, livro, novela. No futebol, é o caminho ao sucesso. Vamos aguardar.

(Elias Aredes Junior)