Guarani 1 x 1 Ponte Preta: um dérbi 198 com emoções e alternativas

0
374 views

Em jogo emocionante e cheio de alternativas, o dérbi 198 ficou no empate por 1 a 1 em jogo realizado na noite de ontem do Brinco de Ouro e válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O confronto deixou o Guarani com 48 pontos e a Alvinegra com 47 pontos. O próximo desafio da Ponte Preta será na próxima segunda-feira, às 17h, contra o Cuiabá, em Majestoso. Já o Guarani joga contra o CRB, no dia 11, às 20h.

O gramado do Brinco de Ouro poderia ser um tabuleiro de Xadrez. Na Ponte Preta, algumas providências foram tomadas. Bruno Silva teve a sua saída de bola dificultada e isso prejudicou o trabalho de transição ofensiva de Lucas Crispim, que apelava para Murilo Rangel trabalhar o jogo pelo lado esquerdo. Resposta imediata da Macaca era a marcação implacável de Apodi e que recebia o auxilio de Guilherme Pato. Lances daqui e dali eram insuficientes para esconder lances como o chute de Matheus Souza defendido por Ygor Vinhas.

A estratégia pontepretana era clara: esperar um vacilo para chegar as redes. E a brecha aconteceu aos 25min. Camilo encontrou Bruno Rodrigues dentro da área, autor de passe para Matheus Peixoto balançar as redes.

A batalha pelo espaço no meio-campo fazia com que a partida fosse uma partida de poucas oportunidades, mas com uma diferença: a Ponte Preta fechou as portas e quase não deu chance. O que chamou mais atenção foi a saída de Lucas Crispim e a entrada de Rickson.

O Guarani tentou criar uma conjuntura de volume de jogo para a etapa final.

E aos 14min, foi construída a máxima de que sem fôlego não se vai a lugar nenhum. Camilo errou o passe e caiu nos pés de Matheus Ludke, autor de chute que morreu no fundo do gol.

O rendimento físico do Guarani era maior. As oportunidades eram sequenciais e a Macaca jogava suas fichas no contra-ataque. Aos 31min, Bruno Rodrigues dominou na área e bateu de curva. Quase.

Nos minutos finais, as duas equipes não conseguiram o objetivo, mas presentearam as duas torcida com uma partida de boa qualidade. (Elias Aredes Junior com foto de Álvaro Junior-Pontepress)