Guarani, valor de mercado e o trabalho impecável do Conselho Fiscal na construção da memória financeira do clube

0
490 views

A Sports Value anunciou o valor de mercado do Guarani em R$ 300 milhões. Está na 21ª colocado entre 30 clubes pesquisados. Acha muito? Pense que o planejado de investimento para Cruzeiro e Botafogo para os próximos anos encontra-se em R$ 400 milhões. Ou seja, dá para avançar.

Se existiu um crescimento de 7% em relação ao ano anterior o relatório deixa claro os motivos que levaram a tal resultado: “Guarani apresenta evolução no ranking, muito em função da melhora da qualidade do balanço divulgado. Agora está avaliado em R$ 300 milhões. O clube tem um ativo muito valioso, que é seu estádio em uma cidade com alto valor imobiliário. Sua marca com potencial é pouco explorada. Custos com futebol estão em R$ 17 milhões por ano”.

O trecho foi colocado em negrito de propósito. O relatório é claro que o avanço tem nome é sobrenome: o presidente do Conselho Fiscal do Guarani, Fábio Araújo.

Se na atualidade o balanço tem informações mais confiáveis e se existe uma memória financeira construída no clube é por obra e mérito dele. Não foi o Conselho de Administração, departamento de Futebol Profissional…nada, nada. nada. Mérito deve ser creditado a ele. E que continue assim. Transparência nunca é demais.

Para terminar uma observação: o texto assinado pela Sports Value deixa claro que ser proprietário ou usufruir de um estádio é fundamental. Especialmente pelo seu alto valor imobiliário. Algo inquestionável.

Pergunta: o Guarani sustentará o mesmo valor de mercado no mundo da bola quando mudar para o novo estádio? Essa é uma dúvida que só o futuro responderá.

(Elias Aredes Junior-Foto de Lucas Figueiredo-CBF)