Inspirado, Guarani concede presente ao torcedor e vence Macaé

0
623 views

Após amargar um tropeço com o Juventude, no Brinco de Ouro, o Guarani foi até o litoral do Rio de Janeiro para enfrentar o Macaé e no dia de comemoração dos 38 anos do título de campeão Brasileiro de 1978, o Bugre venceu o Macaé por 4 a 2 e encaminhou a sua classificação à próxima fase da terceirona. Os gols bugrinos foram marcados por Deivison(contra), Pipico, Pedro Hulk e Lenon. Magnum e Maycon diminuíram para o Macaé.

O Guarani impôs seu ritmo diante do time da casa. Genílson foi a única novidade no time que iniciou a partida contra o Alvianil. O zagueiro substituiu Ferreira, expulso contra o Juventude. De resto tudo muito parecido com a partida anterior, inclusive o bom inicio.

Com seis minutos de partida o Guarani já havia chegado duas vezes ao gol de Milton Raphael. A primeira chance foi numa cabeçada na trave de Leandro Amaro e a segunda em chute de fora da área de Fumagalli. Não demorou muito saiu o primeiro do Bugre aos 13min. Fumagalli bateu falta na área e Deivison contra fez para o Guarani. Após o gol o Macaé sentiu a pressão e o Bugre ampliou com Pipico aos 21min após escanteio desviado por Wesley.

Os primeiros 25’minutos foram perfeitos. Porém, o Guarani recuou demais e sofreu com as investidas do Macaé. Em uma dessas decidas, aos 32min, Fabinho Cambalhota fez grande jogada na área e chutou, Leandro Santos rebateu mal e Magnum diminuiu no Moacyrzão. Com muita movimentação, o fim do primeiro tempo caiu de rendimento e as duas equipes erravam demais ao final da primeira etapa.

Numa tarde inspirada o Guarani voltou pra segunda etapa com intenção de matar o jogo. Magnum tentou empatar para o Macaé mas Leandro Santos salvou o Bugre. Com o Macaé exposto o Guarani usou os contra-ataques para chegar a vitória. Pedro Hulk fez o terceiro do Bugre aos 18 min do segundo tempo em um chutaço à meia altura.

Depois numa jogada rápida aos 30min pelo lado do campo, Lenon recebeu um passe açucarado de Pipico e fez o quarto do Guarani. De tanto insistir o Macaé chegou ao segundo gol aos 36min. Maycon em jogada indivual diminui para a equipe carioca. Com as duas equipes muito desgastadas fisicamente o jogo se encaminhou para seu final sem mudanças.

O Guarani retorna a campo no próximo domingo, em Varginha, contra o Boa Esporte, às 19h30.

(crônica de autoria de Gabriel Ferrari-Especial para o Só Dérbi)

FICHA TÉCNICA

GUARANI: Leandro, Lenon, Genílson, Leandro Amaro e Gilton, Auremir, Wesley, Pipico(Dênis Neves), Marcinho(Elielton) e Fumagalli, Pedro Hulk(Renato)

Técnico: Marcelo Chamusca

MACAÉ: Milton Raphael, Dos Santos(Lepu), Lucas Rex, Robinho e Guilherme, Luis Mário, Fabinho Cambalhota( Maycon), Fabrício e Magnum, Deivison e Ebert (Bruno)

Técnico: Josué Teixeira

Gols: Deivison (contra) aos 13min, Pipico aos 21min e Magnun aos 32min do primeiro tempo; Pedro Hulk aos 18min, Lenon aos 30min e Maicon aos 36min do segundo tempo.

Público e Renda: não divulgados

Cartões Amarelos: Gílton

Árbitro: Émerson Luiz Sobral

Local: Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, no Rio de Janeiro

Deixe Um Comentário