Uma atuação equilibrada em todos os setores. Esta foi a Ponte Preta diante do Figueirense

0
331 views

Pela quarta vez nesta temporada, a Ponte Preta encontrou com o Figueirense. Jogo pegado, catimbado e com Argel Fucks novamente na liderança de um time viril e de marcação forte. Confira as notas:

Ponte Preta-SP

Aranha- Poucas vezes acionado. 6,0

Nino Paraíba- Bem no apoio e marcação. 6,0

Douglas Grolli- Seguro. 6,0

Fábio Ferreira- Teve uns lampejos de ousadia, mas não comprometeu. 6,0

Reinaldo- Bem na bola parada, marcação e no sistema defensivo. 7,0

Wendel- Fez um gol e mostrou ousadia ofensiva. 6,5

João Vitor- Marcação precisa em muitos lances. 6,0

Maycon- Não brilhou ofensivamente, mas cortou lance importante no primeiro tempo. 5,5

Clayson- Ataques insinuantes e muita voluntariedade.6,5

Roger- Passe para o gol e muita participação. 7,25

William Pottker- Jogadas de força e velocidade.6,5

Wellington Paulista: Voluntarioso. 5,0

Abuda-Entrou para reforçar a marcação. 5,0

Jefferson-Entrou no final para compor o meio-campo. 5,0

Técnico: Eduardo Baptista- Corrigiu a postura da equipe no intervalo e construiu boa vitória. 6,5

Figueirense-SC

Thiago Rodrigues- Falhou feio no primeiro gol. 4,5

Jefferson- Alguns lampejos, mas falhou na marcação. 5,25

Bruno Alves- Altos e baixos. 5,5

Marquinhos- Sofreu com as tabelas pontepretanas. 5,25

Pará- Presa fácil do contra ataque pontepretano. 4,25

Elicarlos- Apagadissimo. 4,5

Ferrugem- Confuso na marcação. 4,5

Ermel- Tentou algumas jogadas diferenciadas. 5,25

Carlos Alberto- O mais lúcido e autor das jogadas mais perigosas. 6,0

Lins- Sem inspiração. 3,5

Rafael Moura- Perdeu gol e depois sucumbiu. 4,0

Maurides- Não fez a diferença. 4,5

Bady- Como sempre, uma decepção. 4,0

Yago- Outro que decepcionou. 4,0

Técnico: Argel Fucks- Fala, grita, gesticula, reclama…Armação tática que é bom…4,0

(Análise de Elias Aredes Junior-Foto de Fábio Leoni-Pontepress)

Deixe Um Comentário