Léo Naldi e as lições que ficam para o futuro da Ponte Preta

0
543 views

A Ponte Preta venceu está com 42 pontos e se aproxima da permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. Conquistou três pontos diante da sua torcida e com estádio Moisés Lucarelli nos seus velhos dias. Uma partida que deixou alguns simbolismos.

O primeiro é que se for escapar da terceira divisão será de acordo com a visão de jogo do técnico Gilson Kleina. Ou seja, força de marcação, velocidade pelos lados do campo e uma sintonia entre atletas e bancos de reservas.

Talvez seja insuficiente para buscar o acesso em edições subsequentes da Série B, mas basta para a permanência. Apesar do rendimento pífio de alguns jogadores.

A lição principal encontra-se no gol da vitória.

Léo Naldi confirmou, por vias tortas que o clube só vai sair desta enrascada com investimento maciço e certeiro nas categorias de base. Léo Naldi é forjado nos corredores do Majestoso, assim como o zagueiro Thiago Lopes, que foi de modo disparado o beque de melhor qualidade do elenco pontepretano.

Que fique a lição. A força da Macaca encontra-se dentro dela. Em mais ninguém.

(Elias Aredes Junior-foto de Álvaro Junior-Pontepress)