domingo , 19 agosto 2018
Home / Destaque / Louzer minimiza falha de Oliveira e admite frustração pelo desempenho no Brinco

Louzer minimiza falha de Oliveira e admite frustração pelo desempenho no Brinco

Contratado às pressas na primeira semana de julho, Oliveira teve estrela na primeira participação pelo Guarani e foi peça decisiva na vitória em cima do Oeste. Dois jogos depois, o goleiro engoliu frango em chute de Gustavo Ferrareis, na derrota para o Figueirense, por 3 a 2, no Brinco de Ouro da Princesa, e teve atuação para ser esquecida.

Apesar da falha, o atleta de 36 anos, emprestado pelo Novorizontino até o encerramento da Série B do Campeonato Brasileiro, ganhou apoio público de Umberto Louzer. “Não conversei com ele depois do jogo. Falhar faz parte e tenho por costume assistir as partidas até para ter um panorama melhor e corrigir os erros. Ele é muito experiente e todos que estão em campo estão sujeitos a erros. Não tive a oportunidade de acompanhar o lance pela televisão, por isso não vou acusar que errou. Agora, precisamos dar confiança a ele”, declarou o treinador.

O tropeço diante do time de Florianópolis aumenta a sequência ruim do Bugre como mandante. Nos últimos cinco jogos, foram uma vitória (Coritiba), três empates (Vila Nova, São Bento e Boa Esporte) e uma derrota (Figueirense). O aproveitamento recente de 40% deixa o ex-volante frustrado, que cobra manutenção do rendimento longe de Campinas.

“Estamos trabalhando arduamente. Ninguém quer perder pontos em casa. Quem nos acompanha sabe da nossa entrega para melhorar. Nos últimos 11 confrontos, perdemos uma única vez. O campeonato é difícil. A nossa equipe está se reestruturando, tivemos adversidades, tropeços em Campinas e fomos buscar pontos fora. Agora, temos que continuar com convicção para buscar evolução e equilíbrio e ter pontuação máxima em casa. Confesso que no Brinco estamos deixando a desejar. É claro que os números atuais incomodam, mas precisamos aprender a jogar contra adversários que têm proposta de explorar o contra ataque e a bola aérea”, analisou.

Apesar o abatimento, o comandante também viu com bons olhos o desempenho alviverde nos últimos 45 dias e enalteceu as dificuldades superadas, principalmente por conta da perda de titulares importantes.

“Estávamos em momento muito bom. Todas as equipes estão com dificuldades de vencer em casa. Vivemos um processo de reconstrução da equipe e temos que minimizar os erros. Perdemos um confronto direto e o coletivo ficou abaixo porque estivemos mal no individual”, analisou o comandante.

Oliveira desembarcou em Campinas para substituir Bruno Brígido, titular em 29 partidas da temporada. A primeira opção testada pela comissão técnica foi o garoto Georgemy. Logo na estreia, porém, o camisa 1 vacilou no gol de empate do Boa Esporte e foi hostilizado pela torcida.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

Lesão, suspensões e reforços tiram espaço de Orinho no elenco da Ponte Preta

Contratado por empréstimo junto ao Santos no início da temporada, o lateral-esquerdo Orinho chegou à ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *