Mazola Junior: o acesso para a Série A começa em janeiro. Não dá para vacilar!

0
331 views

Daqui a 12 dias a Ponte Preta entrará em campo para a estreia no Campeonato Paulista diante do Oeste, no estádio Moisés Lucarelli. O executivo de futebol, Marcelo Barbarotti melhorou sua credibilidade com o torcedor pontepretano após as últimas contratações ou os objetivos estabelecidos, cujo o principal é o centroavante Luis Fabiano, ainda em processo de recuperação.

Poderia dizer que aos poucos a bola está sendo transferida ao técnico Mazola Junior. Sua responsabilidade será a dar consistência. Definir um modelo de jogo para uma equipe que tem um Campeonato Paulista com a ambição de alcançar as quartas de final, uma Copa do Brasil para faturar e bancar o papel de azarão e a Série B do Brasileirão, cuja missão é terminar entre os quatros primeiros colocados.

Qual será a cara da Macaca? Ofensiva? Retrancada? Solidária? Com várias opções no banco de reservas? Com utilização da base? São respostas sobre a responsabilidade do novo treinador pontepretano. Que não esclareceu se os atletas contratados estão de acordo coim sua filosofia de trabalho, até aqueles contratados antes de sua chegada.

Não deveria existir uma folga, uma trégua para implantar o trabalho?

Nem tanto.

O retrospecto da segundona do ano passado mostra que o alicerce de uma boa campanha é iniciada em janeiro. Quando tudo começa mal, é remendo atrás de remendo. Algo vivido pela própria Ponte Preta, que tropeçou Eduardo Baptista e Doriva e só se encontrou primeiramente com João Brigatti e com  Gilson Kleina, que não subiu à divisão de elite por um triz.

Que Mazola Junior não faça a Macaca desperdiçar energia à toa.

(Análise feita por Elias Aredes Junior)

Deixe Um Comentário