Motivos para produzir otimismo em relação ao desafio do Guarani contra o Cruzeiro

0
441 views

O colega Ariovaldo Izac não gosta de fazer análises pré jogo. Afirma que por vezes a bola rola e destrói todas as teorias. Concordo em parte.

Acredito de que cenários podem ser expostos para mostrar ao torcedor as tendências que podem ser enfrentadas por seu time do coração. E antes do apito inicial no Mineirão, existem fatores para acreditar em boa produção do Guarani diante do Cruzeiro.

O motivo inicial é o próprio perfil do time bugrino, focado em marcar, fechar os espaços e sair no contra-ataques. Falta um detalhe aqui e ali? Concordo. Mas Diogo Matheus virou uma peça fundamental para fazer o trabalho de desafio e o retorno Bidu, em que pese suas falhas defensivas, oferece ainda um contra-ataque de ocasião. Sem contar Davó que, com espaços para atacar pode fazer diferença.

O quesito físico não pode ser desprezado. Apesar da viagem para Belo Horizonte, o Guarani terá dois dias de descanso a mais em relação ao oponente, que atua neste domingo.Existe tempo suficiente para descansar, verificar possíveis lesionados, treinar e ir para o jogo com carga total.

Para completar o próprio perfil do Guarani até agora no Campeonato fornece subsídios para a víes otimista. O Guarani jogou como visitante diante de Operário (PR), Remo (PA) e CSA (AL). Em nenhum jogo teve uma atuação desastrosa. Ok, tecnicamente não foi brilhante em Belém (PA) e Maceió (AL) mas o rendimento sob o ponto de vista tático foi impecável. O que foi treinado refletiu-se no gramado.

Pode entrar em campo e ser atropelado pelo Cruzeiro? Pode. O futebol é imprevisível. Mas o cenário oferecido não produz desespero e desalento.

(Elias Aredes Junior-foto de Gustavo Aleixo-Cruzeiro E.C-Divulgação-Feita no dia 09/11/2020)