Olímpiada e o sentimento presente na memória: como você faz falta Luciano do Valle!

0
346 views

Primeira noite olímpica. Controle remoto na mão. Passo a madrugada pelas mais diversas modalidades. E narradores. Everaldo Marques e sua versatilidade; Milton Leite e seus bordões deliciosos; Luiz Carlos Junior e seu  cardápio quase infinito de informações. Renata Silveira e o talento para descrever as peripécias do jogaço  entre Brasil e Holanda no futebol feminino. De vez em quando,  uma passada na Rede Globo para comprovar como Galvão Bueno está em plena forma. Leve, divertido e preciso.

O dia amanheceu e algo parecia fora do lugar. As modalidades, a emoção, tudo estava lá. Só que a alma de criança pedia algo a mais. A mente produziu a lembrança: Luciano do Valle.

Quem gosta de Olímpiada e de jornalismo esportivo e com mais de 40 anos deveria reverenciar aquele que na minha visão foi o Pelé da narração esportiva (Observação: respeito todas as opiniões, ok!?)

Se na atualidade o Brasil tem uma mínima noção do que é o espirito país olímpico deve um agradecimento ao campineiro que faleceu aos 66 anos, meses antes da Copa do Mundo no Brasil, em 2014.

Seu espirito empreendedor abriu espaço para esportes na televisão aberta como sinuca, futebol americano e NBA. Formou uma legião de apaixonados pelo futebol internacional com as transmissões do futebol italiano. Foi a voz e a cara da Olimpíada na telinha por muitos anos no Brasil, seja na Rede Globo ou na TV Bandeirantes.

Narrava cinco modalidades com perfeição: futebol, basquete, vôlei, boxe e automobilismo. Navegue por vídeos no You Tube e relembre as lutas com Mike Tyson, as finais de NBA com Michael, trechos das 500 milhas de Indianapolis, a conquista do ouro do vôlei masculino em Barcelona-92 e suas transmissões na Copa de 1982. Você terá exata noção do que falo.

Celebro e comemoro o surgimento de novos talentos. Só não posso deixar de lamentar  a ausência de uma pessoa que foi o tradutor da emoção e da comoção de tantas olimpíadas. Como você faz falta Luciano do Valle!

(Elias Aredes Junior- Foto Band-Divulgação)