Ponte Preta pega chave fácil no Grupo A do Paulistão. Vale a pena gastar energia com isso?

0
1.180 views

O torcedor da Macaca poderá encontrar-se satisfeito pelo sorteio do Campeonato Paulista. Afinal, os adversários da chave A serão Santos, Oeste e Água Santa. Está na boca do povo: classificação é obrigatória. Custe o que custar. Nada mais enganoso.

A Ponte Preta chegou em um patamar que precisa escolher suas prioridades. Direcionar o seu foco. Atualmente o Paulistão é acessório. Vale pela cota de televisão e a preparação do elenco para a competição nacional. Jogar toda a carga e determinação na competição é erro crasso.

Faço uma retrospectiva pela própria história da Ponte Preta. A diretoria foi isentada do rebaixamento do Brasileirão em 2013 em virtude de alcançar a final da Sul-Americana? Os dirigentes receberam agradecimentos em dezembro de 2017 pela chegada na final do Paulistão? Ou prevaleceu a revolta pela queda à Série B? A prioridade é sempre a competição nacional.

Nada de paranoia. O Paulistão deve ser a largada para a montagem competitiva e técnica que consiga oferecer opções para alcançar o objetivo almejado, que é uma boa participação na competição nacional a partir de abril.

Fora disso é apenas gastar energia com fato supérfluo.

(Elias Aredes Junior)