quinta-feira , 18 outubro 2018
Home / Destaque / A Bola e suas histórias: com Zé Duarte, o refeitório era local de treino!

A Bola e suas histórias: com Zé Duarte, o refeitório era local de treino!

Zé Duarte é um mito na história do Guarani. Cheio de histórias e atitudes folclóricas.

Na cobertura do cotidiano do clube, no início da década de 1980, algo chamava atenção: às sextas-feiras, o time jantava no estádio. E era uma refeição demorada, com entrada, prato principal e sobremesa.

De soslaio, mastigando um palito de fósforo, o “Seo Zé” assistia a tudo com enorme satisfação.

Um dia, atropelado pela curiosidade, o então repórter do Diário do Povo, Ariovaldo Izac, não aguenta e pergunta ao treinador:

– Ei Zé, janta na sexta-feira á noite. Amanhã tem treino. E agora?

Agasalho colado no corpo, barriga proeminente, o treinador não perde a pose e dispara:

– Poxa Ari, você deveria saber. A turminha janta agora, enche o pandu (barriga) de comida e fica sem ânimo para sair à noite. Resultado: todo mundo disposto para o treinamento da manhã.

Ari só ouviu a explicação e deve ter concluído: a genialidade encontra-se nos pequenos gestos.

(Elias Aredes Junior)

Veja Também

Números no gramado demonstram fragilidade do Boa Esporte. O Guarani vai aproveitar?

Lanterna da Série B com 26 pontos, o Boa Esporte tem um rendimento critico nos ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *