segunda-feira , 24 setembro 2018
Home / Destaque / Abdalla descarta modernidade em nova camisa da Ponte e preza pelo tradicional

Abdalla descarta modernidade em nova camisa da Ponte e preza pelo tradicional

Após oficializar a saída da Adidas e a chegada da Topper como fornecedora de material esportivo, José Armando Abdalla Júnior, presidente da Ponte Preta, durante entrevista coletiva de apresentação, negou que a nova camisa siga os padrões mais modernos e ressaltou o resgaste pelos valores tradicionais do clube.

“Nós temos uma filosofia de não aderir ao modernismo para não fugir das suas tradições, estatutos e símbolos. Essa é a grande vantagem de ter a Topper como parceira. É importante salientar que é um desejo da diretoria e de toda coletividade pontepretana que a faixa seja atrás e na frente, da maneira mais tradicional, cobrindo o escudo que vai em nosso coração. Posso adiantar que estou muito satisfeito e é uma camisa muito bonita dentro de toda história que temos”, afirmou.

O vínculo com a empresa brasileira é de quatro anos – entra em vigor a partir de julho – e vai além do fornecimento de materiais esportivos. “É uma parceria muito ampla, não só em fornecimento, mas há participação na parte comercial, conforme estabelecido em contrato. Temos uma loja oficial que vende seus produtos para otimizar as vendas”, comentou o mandatário.

“Tivemos contato com outras companhias, mas a Topper foi a que mais correspondeu às expectativas. Quero salientar que todas as equipes da Ponte Preta, em qualquer modalidade e categoria, vestirão o uniforme dessa marca importante do futebol brasileiro”, emendou.

Com a chegada à Alvinegra, a Topper torna-se a fornecedora de material do futebol da cidade, uma vez que também estampa a camisa do rival Guarani desde o início de 2017. Além de dominar a modalidade campineira, a instituição aparece em Atlético-MG, Botafogo, Brasil de Pelotas, Ceará, Goiás, Náutico, Paraná, Remo e Vitória.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa)

Veja Também

Bola na rede: Trinca faz Bruno Mendes retomar regularidade de goleador da Série A2

Um fato em comum chamou atenção nos três últimos jogos do Guarani na Série B ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *