quinta-feira , 13 dezembro 2018
Home / Guarani (Opinião) / Analisar o Guarani não pode ficar restrito às quatro linhas. Jamais!

Analisar o Guarani não pode ficar restrito às quatro linhas. Jamais!

Outro dia recebi um alerta de um internauta dizendo que não concordava com a abordagem do Só Dérbi ir além do futebol. Considera que o jornalista com atuação na área de esportes deveria tratar de escalações, táticas e estratégias. Só. Terrível engano. Especialmente por parte do torcedor do Guarani. A sua estreia nesta sexta-feira contra o Fortaleza pela Série B do Campeonato Brasileiro talvez fosse mais portentosa se tivesse chegado há mais tempo em Campinas uma vertente do jornalismo focada na política do esporte e no qual a Folha de S. Paulo é especialista.

José Luis Lourencetti teve uma gestão ruim no Guarani. Não deixou saudades. Ficou por sete anos e produziu rebaixamentos e atrasos de salários. Desastre total. Será que sua estadia não seria mais curta se esta linha de trabalho não estivesse presente? E quando apareceu fez diferença. Como esquecer, por exemplo, a atuação do locutor Alberto César, na época comandante de esportes da Rádio Central e que revelou problemas para fazer uma parceria com o empresário Nino Nicoletti?

O que dizer então da administração de Leonel Martins de Oliveira, com rebaixamentos e acessos, mas sem melhorias notáveis na infraestrutura do Brinco de Ouro, repitido com Álvaro Negrão e Marcelo Mingone?

É por entender que o futebol vai além das quatro linhas que foi possível detectar o mérito inquestionável de Umberto Louzer na conquista da Série A-2 do Campeonato Paulista e dos jogadores, capazes de superar a ausência de condições de trabalho e de traquejo do Conselho de Administração no futebol para fazer história.

Algo tão transparente que empresas disputam a administração do futebol do Guarani e que será alvo de análise em reunião do Conselho Deliberativo na segunda-feira.

É pelo Só Dérbi acompanhar o futebol fora das quatro linhas que detectou a força dos jogadores e da comissão técnica para fugir das trapalhadas dos dirigentes. E eu garanto: isto não é pouco.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

Ponte Preta busca opções nas laterais para a próxima temporada

A diretoria da Ponte Preta deverá anunciar nos próximos dias dois jogadores para reforçar as ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *