Análise: Felipe e Marcelinho Paulista. Ex-jogadores para apagar o incêndio nos bastidores do futebol da Ponte Preta. Vai dar certo?

4
790 views

A Ponte Preta anunciou no início da tarde desta quarta-feira as contratações do ex-armador Felipe como gerente de futebol profissional e de Marcelinho Paulista para comandar as categorias de base. As medidas emitem uma mensagem clara: a tentativa de buscar um novo perfil de profissional, que acople a experiência no mundo da bola com o mínimo conhecimento acadêmico.

Em condições normais, eu apostaria que teria tudo para dar certo. São experientes do mundo da bola, detém da malícia positiva para lidar com jogadores e sabem como poucos vislumbrar as armadilhas armadas por dirigentes e empresários. Sem contar que no caso de Felipe, pelo seu perfil profissional, é de se apostar de que será alguém mais presente nos veículos de comunicação.

CONTINUA APÓS A PROPAGANDA

Existem obstáculos e que não podem ser ignorados. O principal é que estes novos integrantes do staff do futebol profissional e da base precisam detectar rapidamente as características do que é trabalhar na Ponte Preta. Ou seja, um clube de massa, dotado de pressão e cuja torcida pede e exige entrega total. Quer explicações pormenorizadas daquilo que é feito.

O que não se pode é continuar com a ausência de explicação. Felipe não pode fugir da raia quando a crise for instalada. Explicações serão necessárias. Se as categorias de base não apresentar resultados, Marcelinho Paulista precisa ser claro e assertivo em relação aquilo que é pretendido. É o básico? Concordo. Mas há muito tempo que nem o básico é feito de modo competente na Macaca.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

4 Comentários

  1. sem dúvida alguma está na hora da mudança para a nossa querida macaca. está na hora da saída do Barbaroti do time, só contratações de empresários – como o texto mesmo diz – caiu na armadilha, ou seja, nao tem experiencia para atuar na area e o menor conhecimento de futebol sera que sabe chutar uma bola?

    No atual cenário da ponte foi gasto muito com “promessas” vendida por empresários, os mesmos desde a época do Novorizontino. está na hora do gerente de futebol assumir e deixar o barbaroti pra fora nunca teve competencia pra assumir esse cargo na ponte e quando chega a pressao demite o tecnico!! nao adianta nada ter um Guardiola se o elenco nao oferece nada!!!

    FORA BARBAROTI! arruma suas malinhas e cai fora da MACACA!!! profissionalismo já!

  2. Vamos Ponte! Faz uma forcinha que cai!! #PonteNaA2 #A2PontePreta

    Felipe jogador encrenqueiro, vai brigar com todo mundo aí na Ponte Preta.
    Marcelinho Paulista, jogou de volante no Guarani… Foi razoável apenas.

    Não adianta contratar gerente de futebol pra apagar incêndio se o elenco é um dos piores do campeonato. Nem se o Felipe trazer o sub 20 do Vasco da Gama, resolve. A camisa com essa faixa transversal é que dá azar…. Vasco sempre vice.

  3. O que esperar de Felipe e Marcelinho Paulista? Nada! Por enquanto, penso que devemos adotar aquilo que diz o ditado popular “não julgue um livro pela capa”.

    Mas como focinho de porco não é tomada, devemos ficar atentíssimos, principalmente com as categorias de base que é um baita terreno fértil pra gente inescrupulosa prosperar e onde rotineiramente diversos negócios ou “crimes lesa-base” acontecem, sempre com a justificativa de suprir falta de dinheiro gerado pela incompetência administrativa de seus dirigentes.

    Tais negociações com garotos da base jogam todo um trabalho de garimpagem e aprimoramento técnico de anos no lixo, obrigando os mesmos dirigentes a reporem seu elenco via “mercado” – e pagando-se muito mais – por atletas que poderiam estar disponíveis à um custo muito menor, além do fato de que se aproveitados e despontem no time profissional certamente obterão uma valorização muito maior em futuras negociações.

    Olho neles!!!

Deixe Um Comentário