Atuações Ponte Preta: um recuo que não tem explicação. E um empate amargo

0
297 views

O começo foi promissor e depois tudo desandou. De novo. Não dá para entender. Confira as notas:

Ivan- Três defesas importantes. Salvou a Ponte Preta do pior. 7,5

Apodi- Boa presença ofensiva e marcou um golaço. Mas teve uns vacilos na marcação. 7,0

Wellington Carvalho- Esforçado, dedicado mas as vezes comete erros inexplicáveis. 4,5

Alisson – Por vezes falha no posicionamento e dá espaço ao atacante adversário.4.5

Guilherme Lazaroni- Primeiro tempo com iniciativa e produção ofensiva. Caiu de produção no segundo tempo. 6,0

Bruno Reis- As vezes peca no passe. Mas não dá para dizer que teve uma falha de alto grau. E sofreu um pênalti que não foi marcado. 5.0,

Oyama- Tentou, mas ficou longe de seus melhores momentos. 5,0

João Paulo- Ficou preso no lado esquerdo. Mesmo assim, produziu lances interessantes. 5,5 Luan Dias- Foi bem nos primeiros 20 minutos pois se apresentava no campo ofensivo; depois caiu de produção. 4,5

Bruno Rodrigues- Assistência no gol de Apodi e participativo. 6,0

Matheus Peixoto- Incomodou muito a defesa adversária. Perdeu gols, mas não foi omisso. 6,0

Moisés- Lutou muito mas não fez diferença. 4,5

Dawhan- Atuou no lado direito improvisado. Não foi ousado. 5,0

Neto Moura- Compôs o meio campo. Não brilhou. 5,0

Zé Roberto- Apagado. 4,5

Guilherme Pato- Atuou por poucos minutos, mas apareceu em alguns lances. 5,0

Técnico: João Brigatti: Compreensível que o time não tenha tempo para treinar. Calendário apertado. Desgaste físico. Mas não dá para entender porque o time recua tanto quando tem a vantagem nas mãos. Durante o jogo fez substituições corretas. 5,5