Atuações Ponte Preta: um time que brilhou pelos lados do campo. Por Israel Moreira

0
696 views

Confira as notas da Ponte Preta contra o Sampaio Correa:

Ivan – Seguro em todas as saídas e uma bela defesa na etapa final. Sem culpa nos gols tomados. (6)

Felipe Albuquerque – Boa partida, tanto ofensivamente, quanto na composição defensiva. Coroado com um belo gol de falta. (6,5)

Ednei – Sem ritmo de jogo, sofreu com as poucas ofensivas do adversário na etapa final. Falhou no gol de empate do Sampaio Corrêa ao errar o cabeceio. Mesmo assim, não se abateu e lutou muito. (4,5)

Cleylton – Erros individuais que poderiam ter comprometido o resultado final de jogo. Saídas precipitadas e erros de passe. Boa participação nas bolas áreas ofensivas. (4,5)

Rafael Santos – Sofreu com os avanços na segunda etapa do atacante adversário, mas fez um belo gol de falta.
(6,5)

Marcos Junior – Muitos erros de passes e perda de jogadas bobas. Como primeiro volante, tem dificuldades com a progressão aos contra-ataques. (5)

Léo Naldi – Muito bom o primeiro tempo, com chegadas ao gol e muita Marcação.
Sofre demais com lesões, contusões. Deixou a equipe logo no início do segundo tempo. (5,5)

Fessin – Fez o gol no último lance de jogo do primeiro tempo, dando tranquilidade a equipe. Mas muito apagado, participou pouco do jogo. (5,5)

Richard – Surpresa na escalação inicial, fez algumas boas jogadas individuais na primeira etapa. Apagado, foi substituído na parte final de jogo. (5,5)

Rodrigão – Tecnicamente, muito abaixo do que pode apresentar. Luta o tempo todo, mais é pouco para o jogador que tem faro do gol (4)

Moisés – Insinuante, rápido e o principal nome da temporada. Por muito pouco, não fez um gol de placa no Majestoso. O melhor da partida. (8,5)

Gilson Kleina  – Apesar de parecer nervoso durante em alguns momentos, conseguiu ter movimentação e intensidade durante boa parte do jogo. As alterações, foram necessárias e deram certo no fim. (7)

João Veras  – Pouco tempo em campo. Sem nota.

Iago – Melhorou a movimentação da equipe na segunda etapa. (5,5)

Yago Henrique  – Apesar de nitidamente fora forma, conseguiu chegar bem à área do adversário e por pouco não deixou o seu. (5,5)

Lucas Cândido – Experiente, conseguiu retomar a organização da equipe, chegou muito bem ao gol da equipe de São Luiz do Maranhão. (5,5)

(Avaliação de Israel Moreira-Especial para o Só Dérbi-Foto de Álvaro Junior-Pontepress)