domingo , 24 setembro 2017
Home / Destaque / Bruno Nazário faz gol solitário contra Barretos e recoloca Guarani no G4 da Série A-2

Bruno Nazário faz gol solitário contra Barretos e recoloca Guarani no G4 da Série A-2

O fator individual prevaleceu e o Guarani venceu o Barretos por 1 a 0, em confronto realizado nesta segunda-feira  (17) e válido pela Série A-2 do Campeonato Paulista. Com 30 pontos e na quarta colocação, o Alviverde vai para uma autêntica decisão diante do Batatais, domingo, na casa do adversário.

O velho filme parecia querer se repetir. Um time previsível e sem alternativa para fugir da marcação. É verdade que o Guarani tinha a posse de bola, mas o cerco armado pelo Barretos deixava o centroavante Eliandro isolado e Bruno Nazário e Fumagalli sem poder de criação. O primeiro lance de perigo surgiu aos 27min e quase foi uma obra prima: após levantamento na área, Bruno Nazário dominou de costas e realizou uma bicicleta que explodiu no travessão. Aos 34 minutos, o pior quase aconteceu. Após escanteio batido por Marlon, o goleiro bugrino Leandro Santos saiu mal do gol e deu oportunidade para a conclusão de Silvinho e Denis Neves apareceu para tirar em cima da linha.

Outra alternativa seria a bola bugrina e o Guarani quase chegou lá aos 42min, em cobrança de falta que explodiu no travessão. Dois minutos depois, Marlon recebeu em boas condições e a aparição do goleiro bugrino evitou o pior.

Quando surgiu o segundo tempo, o relógio passou a ser novo um novo adversário. Passes errados, jogadas afobadas e desencontros marcavam o desempenho bugrino. Mesmo assim, o domínio era notório. Aos 11min, Uéderson recebeu em boas condições e chutou para a intervenção de Wanderson. O rumo da história poderia mudar e o lance diferenciado surgiu aos 23min.  Bruno Nazário recebeu de costas e tocou com habilidade para abrir o placar.

Com boa movimentação e criatividade, o atleta parecia o centro das atenções e aos 27min, Nazário executou  cruzamento e Eliandro e Auremir não aproveitaram.

Inexplicavelmente, o Guarani não controlava a bola. Não deixava o tempo passar. Pelo contrário. O erro de estratégia não impedia que chances fossem criadas, como aos 41min, quando Lorran cruzou, Braian Samúdio tocou de cabeça e Eliandro desperdiçou. (Crônica de autoria de Elias Aredes Junior)

 

FICHA DO JOGO

GUARANI

Leandro Santos; Bruno Souza, Genilson, Diego Jussani e Denis Neves;Auremir, Evandro, Bruno Nazário (Brain Samúdio), Fumagalli (Marcinho) e Uederson (Lorran); Eliandro. Técnico: Vadão.

BARRETOS

Wanderson; Valdir, Marcos Vinicius, Linno e Fred (Euzébio); Russo, Diego Araújo, Samuel (Marcelo Soares) e Marlon; Rafael Martins (Chuck) e Silvio. Técnico: Cleber Augusto

Gols: Bruno Nazário aos 23min do segundo tempo

Renda: 51853

Público: 5206

Cartões Amarelos: Genilson, Silvinho

Juiz: Vinicius Gonçalves Araújo

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas

Veja Também

marcelocabo

Cabo mantém sistema tático, mas promove seis mudanças na equipe titular do Guarani

O técnico Marcelo Cabo cogitou, mas refutou em um primeiro momento a utilização do esquema ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *