Cléber Reis pode ceder lugar para Wellington Carvalho. Este é o único problema da Ponte Preta?

0
1.039 views

Cléber Reis virou a bola da vez. Pode ser sacado diante do Palmeiras. Inegável a baixa produção de quem já foi admirado pela torcida. Gilson Kleina poderá promover Wellington Carvalho para titular.

Todos os problemas resolvidos? Nada disso. Cléber Reis falhou. Fracassou. Um cenário com contornos mais fortes devido a própria postura da Ponte Preta, que diante de Corinthians e Internacional de Limeira recuou tanto que deixou o oponente dentro de sua própria área. Contra o Timão foi possível segurar. Com o Leão não deu.

Essa retranca involuntária é um entrave admitido pelo próprio técnico. “Fizemos o gol cedo e paramos de jogar. Podem falar que o adversário mudou a plataforma, mas nós baixamos muito o bloco, não foi assim que trabalhamos na pré-temporada. Entendo que não conseguimos ser agressivos. A gente sofreu demais, como já tinha acontecido contra o Corinthians, mas aí foi muito mais o envolvimento do adversário. Você tem que manter uma postura. Claro que, no fim do jogo, se tiver de administrar, você baixa o bloco, como todos fazem. É tentar trabalhar, manter uma postura se sair na frente, o que é importante também”, disse o técnico.

Por enquanto, a tendência de time titular é a seguinte: Ygor Vinhas, Apodi, Wellington Carvalho (Cléber Reis), Henrique Trevisan e Guilherme Lazaroni (Yuri); Dawhan, Bruno Reis, Danrley e João Paulo; Bruno Rodrigues e Roger.

Antes da bola rolar poucos duvidavam do êxito desses jogadores. Mais: muitos acreditavam em bom desempenho.

Se não aconteceu a comissão técnica precisa ser cobrada. Mudar os nomes e continuar com a mesma fórmula não dará resultado nenhum. Que isso seja entendido sem demora.

(Elias Aredes Junior)