Derbi 195-Guarani 0 x 0 Ponte Preta: muita disputa e um empate que não resolve a situação de ninguém

0
275 views

Em jogo disputado em cada palmo de campo, Guarani e Ponte Preta empataram sem gols no confronto realizado neste sábado no estádio Brinco de Ouro e válido pela Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o Guarani com 40 pontos enquanto a Macaca ficou com 44 pontos. O próximo desafio da alvinegra será na terça contra o Figueirense enquanto o desafio bugrino será na quarta-feira contra o Vila Nova (GO), na casa do adversário.

Thiago Carpini surpreendeu na escalação. Apostou na colocação de Luiz Gustavo como volante informal enquanto que Rondinelly, Lucas Crispim e Arthur Rezende ficou como os armadores. De outro lado, Davó ganhou liberdade para flutuar pelos lados do campo e ganhar o auxilio tanto de Lenon como de Thallyson.

A Ponte Preta? Claramente jogava no erro do principal rival. Posicionou Renato Cajá primeiramente em uma zona intermediária do meio-campo e para sempre acionar Roger e com o auxilio de Camilo, sempre na tentativa de entrar na área.

E foi assim que o Guarani ameaçou com um chute de Lucas Crispim e defendido por Ivan; Renato Cajá ameaçou em chute perigoso e duas cabeçadas, uma dada por Davó e outro por Rondinelly mostraram a debilidade da alvinegra na bola aérea.

O panorama parecia paralisado, mas a Macaca começou aproveitar-se das falhas de marcação no lado direito, especialmente por causa da aparição de Marquinhos, sumido no primeiro tempo.

Eis que o Brinco de Ouro vira um tabuleiro de Xadrez. Ao perceber a fragilidade física do oponente, Gilson Kleina tratou de colocar Aaros e Vico como forma de melhorar a velocidade. Do outro lado, Diego Cardoso entrou para deixar Davó mais próximo do gol e Ricardinho com a meta de melhorar o passe e chegar no setor ofensivo.

O equilíbrio foi reestabelecido e o clima só foi quebrado no final do jogo em chute do goleiro Jefferson, a zaga falhou e Diego Cardoso aproveitou o vacilo de Ivan e quase fez. No final, o empate sem gols exterminou a chance do Guarani acabar com o tabu. A Ponte Preta, por sua vez, celebrou o ponto conquistado.

Deixe Um Comentário