É um ato correto o Guarani abrir mão do futebol de Ricardinho para 2020? Não, não é!

4
567 views

O futebol é ingrato. Refratário aos críticos, pensadores e jogadores e técnicos com personalidade. Paulo César Caju é exemplo acabado. Gente que faz história e deixa legado dentro e fora do campo. Acumulam o carinho de funcionários, torcedores e admiradores. Ricardinho é o modelo de tal conceito.

Não está na história do Guarani somente porque fez o gol do acesso. Ou porque no ano passado demonstrou um futebol dinâmico, voluntarioso e com qualidade na entrega de bola.

Ricardinho demonstrou seu comprometimento, amor e carinho pelo Guarani na hora da turbulência. Foi colocado na reserva e não há noticia de uma reclamação sequer ou muxoxo contra a comissão técnica ou companheiros. Pelo contrário. O que apurei é que é alguém colaborativo, caprichoso no trabalho profissional e consciente da situação do Guarani tanto no gramado como fora dele.

Fica a pergunta: por que cogitam abrir mão de um jogador com sua qualidade e experiência conforme noticiado por Washington Mello? Caiu de produção em 2019? Ora, não há ser humano na face da terra que tenha 100% de boas jornadas. E a má fase de Ricardinho não pode ser colocada na vala comum. Contra o Figueirense, em Florianópolis, se os três pontos foram conquistados foi pela sua entrega no gramado quando foi acionado.

Após o final da Série B até imaginei que o melhor seria o fim do ciclo de Ricardinho no Guarani. Pensei: como abrir mão de um jogador de tamanha capacidade técnica e liderança em um futebol tão medíocre como o atual?

Thiago Carpini deveria pensar que contar com a excelência ao lado só faz a gente crescer e evoluir. Ganha o profissional e a instituição. Espero que a comissão técnica e o Conselho de Administração tenham a visão e a humildade de reconhecer o papel de Ricardinho no Guarani dos últimos anos.

(Elias Aredes Junior)

4 Comentários

  1. O profissional ja nao recebe, e um dos mais espertos por la, tomou um folego e saiu fora antes que as contas em casa atrasem.
    e foi para o Grandioso CSA Campeao Brasileiro de 78..nao pera ! hahaha

    e a nova carga de fumaça ja paira sobre o estadio da ilusao em 2020

  2. Excelente analise; Ricardinho foi e continua fundamental para o reerguimento do Guarani no cenário nacional.
    Profissional exemplar que honra o manto bugrino e está sempre a disposição, seja nos momentos bons ou ruins.
    Tem que ficar sim e, pelo futebol que já demonstrou ao longo desses dois anos de clube merece voltar a ser titular.

  3. o cara tem contrato até fim do ano..
    e um ativo do clube.. se for pra abrir mão e negociar, pode ir
    . obrigado.. mas pode ir..
    Carpini já deu a ideia de. que não deve utiliza-lo

Deixe Um Comentário