domingo , 18 novembro 2018
Home / Destaque / Eficiência e reinvenção do ataque comprovam crescimento do Guarani na Série B

Eficiência e reinvenção do ataque comprovam crescimento do Guarani na Série B

O Guarani vive momento de ascensão na Série B do Campeonato Brasileiro e uma das principais razões por essa melhora diz respeito ao aproveitamento ofensivo.

Com o terceiro melhor ataque entre os participantes – 21 gols -, sendo superado apenas por o Atlético-GO (25), Fortaleza, CSA e Avaí (22), o time dirigido de Umberto Louzer tem superado as dificuldades e vem alcançado os resultados positivos.

Os homens de frente do Bugre só não balançaram as redes em duas oportunidades ao longo das 15 primeiras rodadas: no empate com o São Bento e na derrota para o Juventude.

O artilheiro do time campineiro na competição é Rafael Longuine. O meio-campista anotou três gols, enquanto Ricardinho, Rondinelly, Guilherme, Anselmo Ramon, Bruno Nazário e Caíque fizeram dois cada. Um dos pontos positivos é que, apesar da perda de titulares importantes, a produtividade ofensiva segue satisfatória, mesmo com Lenon e Bruno Nazário fora, dupla fundamental pelo lado direito nos últimos 18 meses.

Ao mesmo tempo, Rafael Longuine assumiu o protagonismo na armação, enquanto Rondinelly perdeu a posição no meio-campo e tem amargado o banco de reservas.

Os números ainda podem melhorar depois do atacante Bruno Mendes ter desencantado e deixado a sua marca diante do Coritiba – foram 91 dias de jejum. Outro nome que ganhou protagonismo nos últimos dias foi o garoto Matheus Oliveira, com boa participação no setor de frente.

(texto e reportagem: Lucas Rossafa/foto: Letícia Martins – Guarani Press)

Veja Também

Contas e possibilidades para a Ponte Preta na rodada do acesso na Série B

A rodada derradeira da Série B do Campeonato Brasileiro pode ser o céu ou o ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *