Em entrevista coletiva, Tiãozinho reafirma que rebaixamento será discutido e abre espaço para mais contratações

0
684 views

Em entrevista realizada na tarde de hoje por intermédio de videoconferência, o presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, negou-se a dar como encerrada a discussão sobre a manutenção ou não do rebaixamento na Série A-1 do Campeonato Paulista. Segundo ele, o tema não foi abordado na última reunião do Campeonato Paulista comandado por Reynaldo Carneiro Bastos.

Entretanto, por enquanto, o mandatário pontepretano que instalar a superação como ordem no Majestoso para vencer os jogos contra Novorizontino e Mirassol, ambas as equipes com perdas de atletas em relação a formação original antes da pandemia. “Vamos jogar a nossa vida. E podemos não só vencer os dois jogos como também classificar e pensar em algo mais”, afirmou o dirigente. Atualmente, a Macaca tem sete pontos e é a ultima na classificação geral.

O elenco, segundo ele, não está fechado e até o dia 20 de julho, data final das inscrições, outras contratações podem ser anunciadas. “Não terminamos o ciclo”, disse.

Na conversa que durou aproximadamente 75 minutos, o dirigente abordou outros assuntos como o relacionamento com o atacante Roger e os efeitos da pandemia na economia do futebol. Segundo ele, dentro do possível, o quadro está sob controle e acordado com os atletas. “Todas as atividades econômicas no Brasil foram afetadas. Mas a Ponte Preta aproveitou todas as oportunidades” arrematou. (texto e reportagem: Elias Aredes Junior)

A primeira parte da entrevista está aqui:

A segunda parte da entrevista você confere aqui: