Falta de camisa 10 faz Igor Vinícius se colocar à disposição de Brigatti na Ponte Preta

0
939 views

Problema crônico desde o início da temporada, a posição de camisa 10 da Ponte Preta atormentou os três treinadores que passaram pela equipe desde janeiro. No início do ano, Tiago Real foi contratado, mas como não é armador, chegou a atuar em várias partidas como segundo volante no time de Eduardo Baptista, enquanto Léo Arthur e Daniel receberam oportunidades no setor. Sem agradar, todavia, os dois acabaram saindo.

Real, por sua vez, começou a vestir o emblemático número alvinegro, já vestido por Dicá, enquanto Murilo Henrique, destaque do Linense no Campeonato Paulista, foi contratado. Com sequência, o novo armador começou a se destacar, mas assim como Murilo, está lesionado e e traz preocupação para a comissão técnica pontepretana, sem opções no elenco para o setor.

Líder de assistências da Macaca na Série B do Campeonato Brasileiro, o lateral-direito Igor Vinícius chegou a atuar adiantado na derrota por 2 a 1 para o Boa Esporte e se colocou à disposição para jogar mais adiantado. “Estou à disposição do Brigatti para jogar onde ele precisar. Diante do Boa, atuei mais à frente e consegui fazer algumas jogadas. Se ele achar conveniente me colocar mais avançado, vou trabalhar na mesma intensidade para poder ajudar a Ponte Preta”, declarou.

Com nova semana cheia para trabalhar visando a preparação para a última rodada do primeiro turno da competição nacional, Igor destacou a importância deste período e projetou uma vitória no próximo sábado. “Temos uma semana boa para trabalhar e ver o que estamos errando nos jogos. Quando temos semanas cheias, costumamos trabalhar bem e chegar aos jogos para vencer”, afirmou.

Buscando os três pontos para ao menos se aproximar do G4 da Série B, a Macaca tem como adversário no próximo final de semana o Avaí, sábado, às 19h, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara.

(texto e reportagem: Eduardo Martins/foto: Fábio Leoni – Ponte Press)