Guarani, Daniel Paulista e uma semana decisiva de treinamentos para a manutenção (ou não!) do rumo na Série B

0
509 views

O calendário de treinamentos do Guarani antes do confronto de sábado às 11 horas, contra o Vila Nova, no estádio Brinco de Ouro, será o mais importante da gestão de Daniel Paulista. Administrar o rescaldo da derrota para o Vasco  é o problema menor. O time titular sofrerá modificações e os testes são vitais para averiguar o potencial futuro.

Sem Davó, de malas prontas para o futebol norte-americano, um novo leque será aberto. Promover Lucão do Break seria a solução fácil. Só que se levarmos em conta que Julio César está lesionado e Bruno Sávio fica como única opção confiável e Matheus Souza não convenceu, talvez fique no ar a impressão que o camisa 99 deixe no passado a variedade ofensiva exibida nos bons momentos da Série B.

Enquanto Julio César não estiver recuperado, são duas vagas à disposição e candidatos a granel: Lucão do Break, Allan Victor, Renanzinho, Matheus Souza e Pablo. Pode-se realizar testes e mais testes antes da decisão final. E deveremos esperar com paciência o que dirá o gramado. Afinal de contas, os setoristas não estão no dia a dia para checar e comprovar a validade ou não da escalação deste ou daquele determinado jogador.

O que ninguém quer presenciar é a perda da força e da movimentação demonstradas pelo Guarani em jornadas anteriores. Sem contar que, logo de cara, o desafio será furar a retranca do Vila Nova (GO).

É motivo para desespero? Nada disso. É apenas possuir a consciência de que os treinamentos deverão contar com critério e sabedoria antes de se tomar uma decisão que precisa contemplar dois aspectos: a manutenção da força ofensiva e do rumo do Alviverde na Série B. Não é pouco.

(Elias Aredes Junior com foto de Thomaz Marostegan-Guarani F.C)