terça-feira , 21 agosto 2018
Home / Destaque / Guarani: quem vai marcar em Caxias? A pergunta que não pode deixar de ser respondida

Guarani: quem vai marcar em Caxias? A pergunta que não pode deixar de ser respondida

Quando foi derrotado por 3 a 2 no clássico da cidade, o Guarani teve como diagnóstico para o revés as más atuações do lateral-esquerdo Marcilio e da dupla de zaga formada por Everton Alemão e Edson Silva.

Este segundo fator estará em campo na sexta-feira contra o Juventude, em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Evidente que Edson Silva cresceu de produção desde a atuação no dérbi, mas também é verdadeira a constatação de que a presença de Phillipe Maia ajudou. Apesar de viril e violento em algumas jogadas, o beque tinha a velocidade necessária para deixar o experiente jogador na sobra.

A proteção à nova dupla volta a ser prioritária, especialmente por causa de um requisito fundamental: a marcação no meio-campo.

Baraka e Ricardinho são jogadores adequados a segundona nacional, mas insuficientes para a exigência de marcação da competição. Guilherme, Rondinelly e Rafael Longuine são armadores e terão que encontrar fôlego e disposição para fecharem os espaços e evitar exposição excessiva por parte da dupla bugrina.

Ainda mais se levarmos em conta que o Juventude conta com jogadores como Felipe Matheus, Guilherme Queiroz e Caio Rangel, talhados ao ataque.

É preciso ser cuidadoso na defesa e letal nos contra-ataques. Para não chorar depois.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

Adversário indigesto: Atlético-GO é pedra no sapato do Guarani no Brinco de Ouro

Enfrentar o Atlético-GO em Campinas não traz boas recordações ao Guarani. Adversário desta terça-feira, às ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *