sábado , 15 dezembro 2018
Home / Destaque / Guarani: trocar o pneu com o carro em andamento não é para qualquer um!

Guarani: trocar o pneu com o carro em andamento não é para qualquer um!

Vencer o Coritiba por 2 a 1, entrar no grupo de classificação e ficar a sete pontos de chegar aos 30 pontos para entrar definitivamente no rol dos postulantes ao acesso não foi a única façanha feita pelo Guarani. O clube parece predestinado a revelar treinadores.

O Alviverde trocou o pneu com o carro em movimento. Tirou a velocidade capitaneada por Erik e Bruno Nazário e agora aposta na compactação.

Novos trunfos entraram em campo. Antigamente, as incursões de Ricardinho dentro da área faziam a diferença. Agora, são os chutes de longa distância. As jogadas individuais abriram espaço às triangulações e jogadas de bola parada. Um novo time, uma nova forma de jogar. Dará certo? Não sabemos. Mas dá para dizer que a comissão técnica não reclamou e trabalhou com aquilo que tinha em mãos.

Defeitos? Existem. O gol do Coritba demonstrou o desentrosamento na marcação nas bolas pelo alto e como os alas/laterais, tanto Kevin como Pará, sofrem quando um adversário tem uma estratégia minimamente delineada. Sem contar que, por muitas vezes, os erros de passes atrapalham no desenvolvimento de jogadas mais rebuscadas. Nunca esqueçam que o time não tem a velocidade de antes e a compactação é premissa básica. Com o erro de passe tudo vai por água abaixo.

A conscientização deveria imperar nas arquibancadas. Saber que o time vai oscilar, as derrotas virão e que o campeonato é traiçoeiro. A única certeza é que o Guarani tem um jeito e uma maneira de jogar. Não é pouco.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

Uma pergunta que não quer calar: Abdalla administra para Ponte Preta ou Vanderlei Pereira? Entenda os motivos.

Na atual temporada, a Ponte Preta viveu um constante terremoto político. Sérgio Carnielli entrou em ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *