segunda-feira , 25 março 2019
Home / Imagens / Jorginho fala aquilo que a torcida quer e precisa ouvir. O novo menestrel da esperança na Ponte Preta?

Jorginho fala aquilo que a torcida quer e precisa ouvir. O novo menestrel da esperança na Ponte Preta?

Acompanhar as respostas do técnico Jorginho é um roteiro bem acabado para entender porque ele goza de prestigio e compreensão em parte da torcida da Ponte Preta. Nos grupos de Whatsapp ou de Facebook ou nas contas individuais do Twitter é  fácil encontrar criticas a qualidade técnica dos jogadores. Dificilmente verá algum tipo de censura ao ex-lateral-direito da Seleção Brasileira.

A explicação é mais fácil do que parece. Jorginho faz uma difícil junção. Ele diz aquilo que a torcida quer ouvir e também aquilo que precisa ouvir. Vejam por exemplo esta resposta sobre o desempenho do time: “Estamos no começo, precisamos encontrar o equilíbrio nos dois tempos. Não perdemos a organização, nem o brilho nos olhos. A equipe foi guerreira. O Ivan foi novamente decisivo, é um goleiro de extrema capacidade”. Em poucas palavras, Jorginho justificou as dificuldades, encaminhou moral ao goleiro de atuação irregular e de quebra elogiou jogadores colocados sob Berlinda. A torcida PRECISAVA ouvir tal frase.

O técnico é rápido no gatilho ao adotar um discurso agressivo e otimista. Acalenta esperança de que haverá um dia melhor pela frente. “A Ponte tem que ser campeã, e eu quero que seja com a minha gestão. Temos uma equipe maravilhosa trabalhando em conjunto para dar tudo certo. Essa vitória veio para mostrar que é possível a Ponte realizar grandes jogos e ser protagonista, principalmente em casa”, disse. Jorginho disse aquilo que a torcida QUERIA ouvir.

Vai dar certo? Vai dar errado? Não sei. Mas se quiser lotar novamente o Majestoso o papel de relações públicas e menestrel da esperança de Jorginho será fundamental. Queiramos ou não.

(análise feita por Elias Aredes Junior)

Veja Também

O que Vinicius Eutrópio precisa fazer para vencer a rejeição no Guarani?

Vinicius Eutrópio foi rejeitado pela torcida do Guarani. Fato. Sua contratação não agradou. A biografia ...

2 Comentários

  1. Deixem o Jorginho trabalhar. A Ponte precisa de um trabalho a médio e longo prazo, integrado com as categorias de base.

  2. Jorginho tem que se virar com elenco que nao montou como em 2013
    Como nos outros anos as trocas constantes de treinador essa e uma herança maldita das mas gestoes anteriores
    Abdalla tem culpa , sim tem , mas esta contra a maré e esta sendo fritado por fogo amigo …
    Como ele esta cobseguindo dirigir sem apoio e grana do cachaça está incomodando
    Vejamos apos o paulista e a mais uma conquista de titulo do interior é o que contenta essa diretoria patetica …
    Na serie B veremos jogadores melhores e mais decisivos …
    Eu creio e acredito boto fé

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *