Marcelo Oliveira aposta na força ofensiva para começar returno da Série B com pé direito

0
194 views

Na ultima entrevista coletiva antes do confronto de sábado, às 18h30, contra o America Mineiro, no estádio Independência, em Belo Horizonte, o técnico da Ponte Preta, Marcelo Oliveira, enfatizou que buscou de todas as maneiras consertar os problemas defensivos existentes no time, mas confia no poder ofensivo da equipe, que terá Bruno Rodrigues e Orobó no comando do ataque. A equipe campineira anotou 25 gols e tomou 27 na segundona.

A receita para o sucesso foi detalhada pelo treinador. “Eu estou satisfeito com o rendimento ofensivo da Ponte. O problema maior que detectou e está tentando corrigir é o equilíbrio entre defesa e ataque. Contra a Chapecoense, jogo fora da curva, iniciamos com bom volume de ataque. CRB tivemos três chances claras de finalização. Às vezes não há necessidade de trabalhar tanto a bola para chegar dentro da área. Isso se corrige trabalhando. Fizemos trabalho de finalização muito bom, demos atenção a isso, além da defesa. É necessário o chute de fora da área também, porque as defesas se recompõem rapidamente, fica difícil entrar com jogadas de toque”, afirmou.

No entanto, ele deixa claro que o calendário apertado impediu que o período mais longo de treinamentos fosse aproveitado de maneira plena. “Tivemos alguns dias para treinar, não é adequado, já começando um segundo turno, que você treine dois períodos. Poderia acarretar desgaste físico maior. A gente tem aproveitado. Na sequência, teremos jogos mais próximos. Apenas pelo fato de estar um mês na Ponte, ainda estou na fase de conhecimento, está tendo tempo adequado para treinar. Espera que possa repercutir no jogo, ser time mais firme, menos vulnerável”, afirmou.

O time provável deverá ser de: Ygor Vinhas, Apodi, Luizão, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni; Barreto, Dawhan, Luis Oyama e João Paulo; Bruno Rodrigues e Tigo Orobó.

(Elias Aredes Junior-com foto de Álvaro Junior-Pontepress)